Marcelo Crivela, prefeito do Rio de Janeiro, deu o que falar. Durante uma coletiva de imprensa para comentar a respeito do decreto de calamidade, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, se irritou com a jornalista Larissa Schmidt, da TV Globo. O prefeito declarou durante a entrevista para a imprensa que a Rede Globo se mostrou inteiramente contra a cidade do Rio de Janeiro. Ele ainda concluiu que é a emissora que mais fala a respeito de problemas da cidade, e que dramatiza fatos que acontecem na cidade desde sempre.

A repórter questionou Crivella a respeito de sua fala: sobre a pior chuva dos últimos 22 anos na cidade se tratar de algo do cotidiano da cidade. Ela continuou perguntando ao prefeito se para ele dez mortes em decorrência das chuvas seria algo que pode ser chamado de comum e cotidiano. Ao iniciar sua fala, Crivella afastou a repórter, e disse que não iria falar com ela e que isso é um direito seu.

Após o ato de extrema falta de profissionalismo do prefeito em se negar a falar com a repórter em uma coletiva de imprensa, ele continuou atacando a rede de Televisão. Ele disse que a TV Globo tem interesse apenas em dinheiro obtido através de propaganda. E completou dizendo que os interesses da emissora são que a cidade faça uma festa de Carnaval, para que eles possam obter lucro em cima disso.

A respeito das declarações dadas pelo prefeito do Rio de Janeiro, a emissora emitiu uma nota dizendo repudiar a atitude.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Governo Televisão

A emissora relatou que a atitude de Crivella em afastar a jornalista Larissa Schmidt no momento da coletiva de imprensa em que ele deveria falar à todos que estavam presentes, não deveria ter acontecido. Outro fato que a empresa repudiou foi a fala em que o prefeito minimizou o trabalho da emissora ao reportar as informações obtidas sobre as chuvas e suas vítimas.

Rede Globo emite nota sobre cobertura da tragédia

De acordo com a nota emitida pela Rede Globo, a emissora cobriu a tragédia que causou grandes estragos pela cidade e tirou a vida de dez cariocas.

O seu objetivo é transmitir informações relevantes, e cumprir com a sua obrigação jornalística. Inclusive, de denunciar o descaso da prefeitura da cidade em prestar socorro aos necessitados neste momento tão difícil para a população. A emissora se mostrou solidária à jornalista Larissa Schmidt e a todos os cariocas, e em especial às famílias que perderam entes queridos durante a tragédia.

Sindicato lamentou o ocorrido

O Sindicato de Jornalistas do Rio de Janeiro lamentou o episódio.

Eles, inclusive, se solidarizaram com todos os outros profissionais que estavam presentes na coletiva e tiveram que presenciar a atitude descabida do prefeito.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo