Moradores da região da favela do Rola, em Santa Cruz, zona oeste do Rio de Janeiro, usaram as redes sociais para alertar os vizinhos sobre os jacarés soltos na região. Tudo aconteceu devido à queda do muro de um sítio durante a forte chuva da última terça-feira (9). Os animais eram criados no local e fugiram.

Dessa forma as pessoas começaram a fazer uso das redes sociais para conscientizar outros moradores dos perigos que eles estão expostos já que os répteis estão circulando livremente pela comunidade.

Foi informado pela Secretaria Municipal de Conservação e Meio Ambiente que a Central 1746 recebeu uma solicitação que informava sobre a queda do muro do sítio informando que os animais haviam fugido. Foi registrada uma solicitação que em seguida foi encaminhada para a Defesa Civil. Também foi informado que uma equipe da Patrulha Ambiental foi acionada para que ela pudesse fazer o resgate dos animais.

Patrulha Ambiental não tem sucesso no resgate

A Patrulha Ambiental foi ao local para tentar resgatar os répteis, entretanto não houve sucesso. A Secretaria Municipal de Conservação e Meio Ambiente (Seconserma) alega que a forte presença do crime organizado na favela dificulta a realização do trabalho. Sendo assim, é necessário que os moradores sejam cautelosos para não se tornarem vítimas de nenhum incidente com os animais.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Natureza

Forte chuva atinge a região de Santa Cruz

A cidade do Rio de Janeiro tem enfrentado grandes problemas em decorrência das fortes chuvas. O bairro de Santa Cruz está sendo muito afetado pelo temporal. O número de mortes no Rio de Janeiro por causa das tempestades continua subindo. Até o momento foram registrados 10 mortes. Uma dessas mortes aconteceu exatamente em Santa Cruz.

Segundo informações publicadas pelo jornal Extra, o vendedor Leandro Ramos Pereira, de 40 anos, estava tentando salvar os móveis de sua residência durante o momento em que uma grande tempestade atingia o Rio de janeiro.

O rapaz chegou a ser socorrido e levado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento), entretanto a Secretaria Estadual de Saúde informou que o rapaz chegou sem sinais de vida.

Ricardo Sodré, primo da vítima, contou que Leandro estava limpando um ralo da casa no momento em que recebeu uma descarga elétrica. Leandro estava acompanhado da namorada e da cunhada, que estavam ajudando a salvar os móveis da residência.

Elas também levaram choque, porém passam bem e estão fora de perigo. Ricardo afirmou que Leandro estava tentando salvar seus pertences e que está tudo alagado por lá em decorrência das tempestades que assolam a região.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo