A jornalista Bruna Drews, que denunciou o apresentador Datena em janeiro deste ano por assédio sexual, voltou a falar sobre seu quadro de saúde. De acordo com a revista Quem, Bruna recebeu um novo diagnóstico nesta semana. A repórter estaria com estresse pós-traumático, o que segundo ela, teria sido causado pela situação vivida, que a levou a um quadro de depressão profunda e ataques de pânico. No início deste ano, Bruna denunciou Datena ao Ministério Público de São Paulo, sob as acusações de ter sido assediada sexualmente à época em que trabalhava como repórter no programa "Brasil Urgente", comandado pelo apresentador.

Jornalista atualizou seu quadro de saúde

De acordo com informações do site IG, Bruna Drews fez uma declaração pública em sua rede social em que revelou seu atual estado de saúde. A jornalista desabafou: "hoje, depois de muitos meses, eu me olhei no espelho e disse: chega! Vou lutar como nunca porque tudo passa e não vão conseguir me derrubar! Chega de dor e chega de medo". Bruna informou, ainda, que teria recebido um novo diagnóstico, o de estresse pós-traumático, mas garantiu que nada a iria abalar e que iria "renascer" mais forte do que nunca.

Após a repercussão das novas informações, a jornalista apagou a publicação das redes sociais.

À época da denúncia, Bruna concedeu entrevista à revista Quem e contou detalhes de como teria começado o assédio por parte de Datena. A jornalista revelou que desde que começou a trabalhar com o apresentador, recebia elogios de sua parte, e que, em uma ocasião, Datena pediu para que o cinegrafista mostrasse seu corpo, dizendo que Bruna estaria malhando.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Polícia

O fato ocorreu na época em que Drews era repórter do programa "Brasil Urgente", apresentado por Datena. A jornalista ainda contou que o próprio cinegrafista havia se desculpado pelo fato, afirmando que se não fizesse, poderia ser demitido. Bruna também revelou que passou a ouvir comentários que Datena fazia a seu respeito dentro da Band, como elogios a sua boca e ao seu corpo.

Licença médica

Vitor Kupper, advogado de Bruna, afirmou que sua cliente está de licença médica desde julho de 2018.

A jornalista foi diagnosticada com Síndrome de Burnout, um distúrbio de caráter depressivo, causado por esgotamento físico e mental. O quadro teria se agravado após o suposto assédio sexual sofrido. Segundo o advogado, Bruna move duas ações, uma contra a emissora Band, por ter sido conivente com as atitudes do apresentador, e outra contra da Datena.

A Band foi procurada pela revista Quem e se manifestou.

A emissora afirmou que o processo trabalhista o qual Bruna é autora corre em segredo de justiça por sua própria vontade, e por esta razão, não pode divulgar informações sobre a ação. Já o apresentador Datena não atendeu as ligações e nem respondeu as mensagens da revista Quem até o presente momento.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo