Em entrevista na última segunda-feira ao programa "Superpop", da RedeTV!, o ator Vitor Morosini, que atuou na novel "Belíssima", da Rede Globo, revelou detalhes sobre sua queda do quinto andar de um hotel em Barretos, no interior de São Paulo, ocorrida em agosto do ano passado.

Na ocasião, o ator foi internado com múltiplas fraturas nos membros superiores e inferiores. Entretanto, até a entrevista em questão, os motivos que levaram à queda permaneciam desconhecidos do grande público.

Durante a sua conversa com a apresentadora Luciana Gimenez, Vitor revelou que a queda não se tratou de um acidente, mas sim que ele havia tentando tirar a própria vida.

O episódio, segundo o ator, ocorreu em decorrência de um surto psicótico devido ao uso excessivo de maconha. "Eu fiquei um ano e oito meses fumando direto, cinco baseados por dia. Mesmo fumando eu fazia as coisas, gostava do efeito, de ficar doidão mesmo. Fumava para pedalar, jogar bola, ver televisão... Teve um dia que surtei", disse.

Alguém no banheiro

De acordo com Vitor, a sua tentativa de tirar a própria vida não foi decorrente de um quadro depressivo, visto que ele estava em euforia quando o episódio aconteceu.

O ator revelou que durante esse período chegava a dormir somente quatro horas por noite. No dia que a queda aconteceu, ele acordou durante a madrugada e foi tomar banho. Uma vez no banheiro, começou a achar que havia uma pessoa atrás dele.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos

Após essa sensação, ele mandou uma mensagem a sua mãe informando que precisaria ser internado. Entretanto, a demora para ter uma resposta fez com que ele decidisse pular do quinto andar.

A respeito da queda, Vitor relata que haviam alguns fios elétricos embaixo da sacada e que foi uma sorte que eles estivessem desativados, uma vez que apenas amorteceram a queda e não causaram efeitos negativos. Ele, entretanto, quebrou diversos ossos e precisou permanecer cerca de duas semanas na UTI, além de passar por cinco cirurgias ortopédicas.

O ator também comentou durante a sua entrevista que foi sorte não ter batido a cabeça, uma vez que os danos poderiam ser maiores. Ele afirma que sentia as suas pernas tortas após quebrá-las e que precisou permanecer 4 meses em uma cadeira de rodas até conseguir andar sozinho novamente.

Aos 30 anos, ele se considera uma pessoa sortuda por não ter morrido durante a queda e declara se sentir feliz por estar vivo, o que o leva a estar constantemente agradecendo a Deus.

Por fim, o ator também comentou que consumia maconha regularmente desde os 15 anos e agora não consome mais.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo