Na noite da última terça-feira (13), o cantor Paulo Ricardo surpreendeu o público e os técnicos do "The Voice Brasil". Na ocasião, o cantor se apresentou como um candidato da atração. A brincadeira funcionou como o encerramento do programa, que ainda está em sua fase de audições às cegas.

Durante a sua audição fake, Paulo Ricardo interpretou a música "London London", de Caetano Veloso e conseguiu virar as quatro cadeiras. A primeira a se virar foi a de Ivete Sangalo, mas ela foi seguida de perto pelos demais técnicos do programa, Iza, Michel Teló e Lulu Santos.

A respeito da sua experiência nos palcos da atração, Paulo Ricardo comentou que é diferente de simplesmente subir no palco e cantar.

De acordo com ele, envolve responsabilidade e também uma intensa carga de emoção.

O cantor ainda destacou que, por mais clichê que a frase soe, todos os palcos nos quais ele já se apresentou eram diferentes e que cantar para uma plateia sempre envolve algum grau de nervosismo. Entretanto, para ele, participar como candidato do "The Voice Brasi" foi uma das situações mais carregadas de ansiedade e emoção vivenciadas ao longo de sua extensa carreira.

Paulo Ricardo ainda afirmou que por mais que haja ensaio, meditação e preparação para entrar no palco, é preciso também estar preparado para lidar com o estresse e a pressão que surgem com o formato do "The Voice".

O cantor ainda destacou que poucas coisas são tão tensas quanto as audições às cegas e também são tão importantes para os candidatos por poderem mudar vidas.

Ele finalizou a sua fala afirmando que poucas coisas são comparáveis ao quanto ele se sentiu nervoso durante a sua participação no reality show.

Situação semelhante

Quem também já encarou os palcos do "The Voice Brasil" como candidato, ainda que já tenha assumido até mesmo a posição de técnico da atração, foi o cantor Daniel.

Durante a abertura da oitava temporada, Daniel apareceu como candidato a uma vaga no programa interpretando a faixa "Como Vai Você", de Roberto Carlos.

De acordo com o cantor, o motivo para ter decidido retornar aos palcos da atração, da qual estava afastado desde 2014, foi a curiosidade de saber como seria se apresentar em uma audição às cegas. Ele ainda afirmou que se sentiu tão nervoso com o “teste” que chegou a não dormir na noite anterior de sua audição às cegas.

Assim como no caso de Paulo Ricardo, os técnicos do "The Voice" gostaram do que ouviram e viraram as suas cadeiras rapidamente.

O primeiro deles foi o cantor Michel Teló, que afirmou ter se virado por curiosidade de saber quem estava imitando Daniel com tanta precisão.

Antes de deixar a posição de técnico do "The Voice Brasil", Daniel afirmou que não estava saindo em decorrência de brigas, mas sim porque a renovação é interessante para o formato do programa.

Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!