Ao longo da trama de "A Dona do Pedaço", vários ajustes foram realizados por Amora Mautner, a diretora da trama, e Walcyr Carrasco, o autor. Fazer modificações em personagens ou mesmo em tramas não é algo incomum, visto que as Novelas dependem da resposta do público e da sua aceitação.

Algumas dessas mudanças realizadas aconteceram de forma a minimizar a violência de algumas cenas ou mesmo como o objetivo de mudar por completo personagens.

A mudança em Rock (Caio Castro) é destacada como uma das principais no que se refere os personagens da trama.

Inicialmente, o boxeador seria homossexual e acabaria se envolvendo com Agno (Malvino Salvador). A informação chegou a ser veiculada e algumas pessoas chegaram a esperar para ver Caio Castro no papel.

De fato, alguns ensaios chegaram a ser realizados, mas o ator sentiu grande dificuldade de interpretar um gay, de forma que Amora Mautner e Walcyr Carrasco optaram por mudar Rock, transformando-o em um boxeador que seria objeto de interesse de Agno, mas recusaria as investidas do empresário por não ter interesse em homens.

Devido a isso, o personagem Mão Santa (Guilherme Leicam), que seria um matador de aluguel de aparência completamente diferente, também precisou ser modificado para ocupar o lugar que seria de Rock. Assim, ex-justiceiro acabou abandonando rapidamente o apelido e se transformando em Leandro, um rapaz romântico que se encanta por Agno após ser convidado para viver em seu apartamento.

Mais modificações em 'A Dona do Pedaço'

Ainda no início da trama de "A Dona do Pedaço", Cornélia (Betty Faria) chegou a ser apresentada aos telespectadores como a mãe de Eusébio (Marco Nanini).

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Novelas Televisão

Inicialmente, o papel pertencia à atriz Laura Cardoso, mas isso acabou sendo modificado por decisão da emissora.

Porém, Betty Faria não convenceu como mãe de Eusébio e esse ponto da trama foi bastante criticado pelos telespectadores, que consideravam a idade dos dois atores bastante próxima. Acatando a opinião do público, Walcyr Carrasco realizou algumas mudanças de roteiro.

Devido a essas mudanças, em certo ponto de "A Dona do Pedaço", Cornélia conta para Eusébio que os dois foram abandonados e ela ficou responsável pela sua criação, mas, na verdade, é sua irmã e não sua mãe.

O núcleo dos personagens de Betty Faria e Marco Nanini ainda teve outro ponto modificado: a trama envolvendo Britney (Glamour Garcia) e Abel (Pedro Carvalho). Logo que o confeiteiro conheceu a loira, se encantou perdidamente por ela. Entretanto, ao contrário de todas as pessoas ao redor dos dois, Abel não conseguia perceber que Britney, na verdade, era uma mulher trans.

Com medo de que o seu pretendente se afastasse dela ao saber da verdade, a personagem de Glamour Garcia enrolou Abel por vários capítulos até ter coragem de, finalmente, dizer a verdade.

O texto da cena de revelação foi modificado a pedido de Silvio de Abreu, o diretor de dramaturgia da Globo.

A modificação aconteceu para deixar a cena mais palatável, uma vez que Abel reagiria de maneira agressiva, xingando Britney e chegando a ameaçá-la com uma surra por ter escondido o fato dele.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo