Camila Pitanga é conhecida por seu engajamento em diversas causas sociais, ativismo na política e por ser uma grande atriz no cenário brasileiro. Feminista assumida, Camila nunca havia declarado sua bissexualidade publicamente, até o início do último mês de novembro, quando sua assessoria de imprensa confirmou seu namoro com a artesã Beatriz Coelho. As duas apareceram juntas pela primeira vez nesta semana, na pré-estreia do documentário "Uma Garota Chamada Marina", na Estação Net Gávea, no Rio de Janeiro.

Segundo o jornal Extra, após assumir o namoro publicamente, a atriz vem sendo alvo de preconceito, conforme teria relatado a alguns amigos.

O namoro com outra Mulher, que já seria de conhecimento da sua família e de amigos íntimos, estaria sendo objeto de críticas por parte de algumas pessoas. Camila Pitanga recebeu grande apoio de mulheres ao declarar sua bissexualidade.

Vida pessoal e apoio

De acordo com o site F5, Camila Pitanga sempre priorizou a discrição em seus relacionamentos. A atriz estava solteira desde janeiro deste ano, após terminar o namoro com o músico Rafael Rocha, de 38 anos, com quem estava há aproximadamente 5 meses. Na última sexta-feira (6), Camila usou as redes sociais para publicar um vídeo ao lado da namorada pela primeira vez. A atriz revelou um detalhe romântico ao demonstrar que o casal usava o mesmo par de brincos.

"A gente usa assim", escreveu Camila em seu perfil no Instagram.

Segundo o jornal Extra, ao assumir o namoro com Beatriz Coelho, Camila recebeu mensagens de apoio de Famosos e anônimos. A cantora Angela Ro Ro, primeira cantora a revelar a bissexualidade no Brasil, fez questão de declarar seu apoio à atriz após ler sobre seu namoro no noticiário.

Angela declarou conhecer Camila desde quando era uma criança, além de ser amiga de seus pais, Antonio Pitanga e Vera Manhães. A cantora afirmou ter ficado muito feliz com a notícia. "Camila Pitanga é uma mulher feita, maravilhosa, emancipada e muito inteligente, que se construiu sozinha, sem apelação", elogiou a veterana.

Preconceito

De acordo com o jornal Extra, Angela Ro Ro declarou que teria sentido o preconceito na pele após declarar sua bissexualidade, mesmo em uma época em que não existiam redes sociais e o ódio e preconceito não eram tão facilmente disseminados. A cantora declarou que chegou a ser agredida pela polícia, perdendo a visão do olho esquerdo. Angela afirmou, ainda, que no seu tempo as coisas conseguiam ser piores, e que via a geração de Camila Pitanga com bravura para enfrentar qualquer tipo de preconceito. "As pessoas estão mais abertas, sim, mas a humanidade não presta, nunca prestou. São raras as pessoas que são boas. Mas vejo essa nova geração como da Camila com certa bravura, sem medo de amar.

E isso é maravilhoso!", celebrou a cantora.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Relacionamento
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!