Na madrugada desta quinta-feira (5), quatro pessoas morreram durante uma operação do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) na comunidade do Dendê, na Ilha do Governador, Rio de Janeiro. De acordo com o portal G1, as vítimas baleadas chegaram a ser socorridas e levadas ao hospital Evando Freire, mas não resistiram aos ferimentos. Nos últimos dias a Polícia Militar vem realizando várias operações em comunidades no Rio de Janeiro. A comunidade Morro dos Bancários também fez parte da operação na Ilha do Governador.

De acordo com o jornal Extra, Diego Buiu, mais conhecido na internet como "Bunitinho", foi uma das vítimas baleadas durante a operação. Diego teria sido atingido na rua Catugi, na Ilha do Governador, zona norte do Rio, após um baile funk que ocorreu no Morro do Dendê. O humorista foi socorrido, porém veio a óbito.

Operação deixou mais vítimas

Segundo o jornal Extra, o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) realizava uma operação na Ilha do Governador. Outras três pessoas morreram durante a madrugada.

Um das vítimas que teria vindo a óbito seria o empresário da webcelebridade, identificado como Tadeu. De acordo com o Extra, fuzileiro naval Júlio César dos Santos, de 46 anos, falou sobre a morte de Tadeu, que seria seu amigo e vizinho, além de ser empresário de "Bunitinho". Júlio seria morador de Santa Margarida, Campo Grande, e afirmou conhecer Tadeu há cerca de 10 anos.

O fuzileiro afirmou que o amigo seria uma pessoa trabalhadora e que também trabalhava como motorista de aplicativo.

Ainda segundo Júlio, Tadeu seria empresário de "Bunitinho" há cerca de dois anos. De acordo com o portal G1, o 17º Batalhão, responsável pela área objeto da operação, afirmou que nada foi encontrado no local. A Delegacia de Homicídios da capital, na Barra da Tijuca, na zona oeste, afirmou que está investigando o caso.

Viral nas redes sociais

De acordo com o jornal Extra, "Bunitinho" viralizou nas redes sociais no ano passado.

Se perfil no Instagram conta com mais de 400 mil seguidores e quase 100 mil seguidores em seu canal no YouTube. Bunitinho chegou a participar de diversos programas como Balanço Geral, na TV Record, e de rádio, na FM O Dia. Aos 36 anos, Diego realizava várias parcerias em eventos e era visto frequentemente no meio artístico, sendo conhecido por nomes como Belo e Nego do Borel. Um dos vídeos mais vistos de Bunitinho traz uma das marcas registradas, com o termo "sextou", em comemoração ao fim de semana. De acordo com Júlio Santos, Bunitinho cobrava cachês de até R$ 2 mil para participar de eventos.

O fuzileiro também revelou que Diego teria problemas mentais e trabalhava com motoristas de Santa Margarida, quando começou a gravar os vídeos que viralizaram nas redes sociais.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!