Não é fácil a situação em que se encontra o locutor de rodeios Asa Branca. O artista, que vem enfrentando uma dura batalha contra um câncer na mandíbula há alguns anos, voltou a ser internado na madrugada da última sexta-feira (27), em São Paulo. Sandra dos Santos, esposa de Asa Branca, encaminhou o marido para o Hospital Municipal Vereador José Storopolli após o mesmo ficar com muita falta de ar e com os lábios roxos.

Mas uma situação foi denunciada pela Mulher à revista Quem neste sábado (28). Segundo ela, Asa Branca sofreu maus tratos no hospital e foi agredido por enfermeiros do local. Sandra disse que quando chegou com o marido na unidade hospitalar, recomendou que os médicos o sedassem, alertando-os de que o marido poderia tentar tirar a sonda de alimentação e de medicação devido a estar muito confuso.

Ela contou que não deixaram que ela acompanhasse o marido durante a noite de sexta para sábado e que quando ela retornou para o hospital na manhã de sábado, encontrou o locutor amarrado ao leito e machucado. Sandra disse que ficou revoltada quando viu o marido amarrado, pois era muito melhor se tivessem optado por sedar o mesmo, em vez de amarrar. Segundo ela, uma moça que estava no leito ao lado, que também é paciente do hospital, contou para ela que os enfermeiros haviam batido no artista, dado safanões no mesmo e jogado o homem em cima da cama.

Sandra contou que fizeram isso com Asa Branca porque ele está surtado e que quando foi questionar os profissionais do local, eles foram grossos com ela.

A mulher disse que era humilhante a situação em que o locutor se encontrava no hospital. Ela revelou que ele se encontrava amarrado e todo machucado e que não sabia o que fazer, pois o marido estava confuso, com dor e os enfermeiros batendo nele.

Transferência para outro hospital

Sandra informou que eles estão tentando transferir Asa Branca para o Instituto do Câncer de São Paulo e disse que agora está em tempo integral ao lado do marido.

Sandra disse que eles mudaram o tratamento após a mesma dizer aos mesmos que eles iriam matar o seu marido e que não iria deixá-lo sozinho. Segundo a mesma, o tratamento mudou após ela levar o advogado da família ao local. A direção do Hospital Municipal Vereador José Storopolli afirma que não houve agressão a Asa Branca.

Na noite deste sábado (28), no perfil oficial do locutor no Instagram, foi postada uma nota informando que devido às inaceitáveis agressões que o locutor sofreu no hospital, a sua esposa Sandra havia solicitado que a equipe médica assinasse a alta hospitalar para o mesmo, o que foi negado pelo hospital. Eles informaram que a mulher poderia sair com o marido da unidade hospitalar, mas sem uma autorização, o que seria considerado evasão, o que transferiria a responsabilidade do hospital para a esposa do mesmo.

Na mesma postagem, um vídeo gravado pela mulher de Asa Branca, mostra a mulher sentada ao lado do leito do marido e ele agarrando a mesma pela blusa. Ela disse que Asa Branca estava segurando a mesma, com medo de que ela saísse do local e os enfermeiros viessem a agredi-lo novamente e explicou a situação que estava passando de o hospital não querer dar alta para o mesmo.

Confira.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Mulher
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!