Um dos crimes com maior repercussão no cenário nacional acaba de virar filme e ganhar seu primeiro trailer. De acordo com o site G1, os filmes "A menina que matou os pais" e "O menino que matou meus pais", foram lançados na última segunda-feira (3), e contarão duas versões sobre o assassinato de Manfred e Marísia Von Richthofen em 2002. Os filmes estavam previstos para serem lançados no ano passado, porém, serão lançados no próximo dia 2 de abril nos cinemas nacionais e serão exibidos em sessões alternadas nas mesmas salas. A produção dos filmes afirma que retratarão um caso único, que contarão a mesma história sob óticas distintas, o que dará ao telespectador a oportunidade de tirar suas próprias conclusões acerca dos fatos.

Suzane Richtofen foi condenada por planejar a morte dos próprios pais em outubro de 2002. À época, teria contado com a ajuda de Daniel e Cristian Cravinhos, respectivamente namorado e cunhado de Suzane.

Produção faz observação

Ainda de acordo com o site G1, a produção dos filmes "A menina que matou os pais" e "O menino que matou meus pais", fizeram questão de deixar claro que a produção não teria os autores do crime como fonte de informação, e que teriam consultado os autos do processo. "Um filme será a versão da Suzane e o outro, a do Daniel. São coisas que a gente descobriu na leitura do processo". afirmou o diretor Maurício Eça.

Suzane foi considerada pela Polícia como mentora do crime. Daniel Cravinhos já sem encontra em regime semiaberto, seu irmão, Cristian Cravinhos, também respondia pelo crime em regime semiaberto, porém foi preso novamente em 2018 após se envolver em uma briga de bar em Sorocaba (SP).

Segundo a coluna de Hugo Gloss, no site UOL, a produção teria decidido fazer dois filmes distintos após terem acesso aos autos do processo, que apresentaria vários pontos divergentes. Os roteiros são assinados por Ilana Casoy e Raphael Montes. A direção fica por conta de Maurício Eça.

Elenco

O elenco do filme trará atores já conhecido pelo público e atores estreantes.

Segundo o site G1, Carla Diaz interpretará Suzane Von Richthofen. Daniel Cravinhos, namorado de Suzane à época, será interpretado por Leonardo Bittencourt. Carla Diaz afirmou que o papel seria um grande desafio em sua carreira, pois teria sido criada amando seus pais, e não poderia entender como alguém poderia fazer algo nesse sentido.

A atriz disse, ainda, que a história seria trágica e chocante para todos: "Realmente acredito que histórias assim não podem ser esquecidas". O ator Leonardo Bittencourt afirmou que teria recebido apoio de amigos e familiares ao receber o convite, pois todos teriam entendido a grandiosidade do longa.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!