A atriz global, Bruna Marquezine está sendo um dos assuntos mais discutidos nas últimas horas após a atriz se posicionar sobre o participante do "BBB20", Prior. De acordo com algumas informações, Bruna Marquezine teria usado suas redes sociais para ironizar o rótulo de galã do 'Big Brother Brasil 20' para Felipe Prior.

Após essa exposição, o caso acabou dando o que falar. Bruna Marquezine usou novamente as redes sociais para se retratar e afirmou ter decidido apagar o post para evitar que o arquiteto ficasse chateado ou magoado com seu posicionamento irônico. 'Quando ele sair, se essa brincadeira o magoar ou ofender, logo, eu errei', escreveu Bruna através de seu Twitter.

Muitos internautas que acompanham o programa entenderam como uma brincadeira da atriz. Já por outro lado, alguns internautas afirmam que essa não foi uma posição legal da parte da atriz, já que Prior não possui ferramentas necessárias para responder tal post irônico. Até o fechamento dessa matéria, o assunto continua sendo bastante discutido nas redes sociais e dividindo opiniões.

Diretor do "BBB20"

O atual diretor do programa, Boninho foi alvo de crítica por alguns internautas após uma notícia externa ser vazada para Gizelly, que havia sido a décima vencedora da prova do líder. De acordo com informações, a participante teria recebido algumas fotos de seus familiares contendo um suposto código.

Nele, era notável a presença do número dois junto com a letra ''M'', fazendo referência ao número de seguidores atingido em uma de suas redes sociais.

Após essa polêmica, Boninho respondeu um internauta dizendo:'Vamos deixar o bicho pegar fogo', onde gerou mais revolta e polêmica.

Polêmicas envolvendo ex-participantes do "BBB20"

Essa nova edição do "Big Brother Brasil" está tendo bastante visibilidade pelos internautas, consequentemente, terão mais problemas envolvendo ex-participantes. Ainda no programa, Pyong Lee protagonizou uma cena deplorável após tentar passar a mão e beijas algumas participantes.

Após esse ocorrido, muitos internautas que acompanham o reality show pediram que medidas fossem tomadas enquanto a isso, já que a atitude do hipnólogo era considerada como crime. Mesmo com bastante repercussão do caso, nenhuma medida foi tomada.

Já eliminado, Pyong Lee postou em suas redes sociais que havia recebido uma intimação judicial pela Polícia Civil. Essa intimação pedia para que o hipnólogo comparecesse em uma delegacia da polícia para prestar as devidas explicações refentes ao ato que ele havia cometido na casa, que foi a possível tentativa de abuso em algumas das sisters. Com o surto do coronavírus em todo o país, a audiência que o hipnólogo iria participar foi prorrogada. A data ainda não foi confirmada.

Com isso, Pyong Lee se tornou o ex-participante com a polêmica mais grave. Sobre o caso, o hipnólogo disse que está ciente dos erros que cometeu e que irá cumprir com todas as consequências que forem referidas a ele.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!