O leite materno de mulheres que tiveram a Covid-19 apresenta "forte resposta imunológica" ao novo coronavírus, segundo estudo conduzido por um grupo de pesquisa do Departamento de Infectologia da Escola de Medicina Icahn do Monte Sinai, em Nova York, e do Departamento de Psicologia da Universidade da Califórnia em Merced. O coronavírus já contaminou mais de 4,35 milhões de pessoas em todo o mundo.

Segundo o estudo, que ainda não passou pela revisão da comunidade científica, o leite materno pode vir a ser usado como terapia contra o novo coronavírus. Os pesquisadores afirmam que já era esperado uma boa proteção imunológica contida nas substâncias do leite produzido por mulheres infectadas, tendo em vista que o leite contém imunoglobulinas do tipo G, que se originam principalmente nas células do sangue.

A pesquisa contou com a participação de 15 amostras de leite doado por mulheres que foram diagnosticadas com o coronavírus e dez amostras de controle negativo obtidas antes de dezembro do ano de 2019. Os pesquisadores informaram que os estudos continuam sendo aprofundados, com intuito de ter um diagnóstico preciso a respeito do leite materno.

Estados Unidos e estudos do coronavírus

Muitos pesquisadores estão estudando a fundo métodos para coibir o avanço da doença no país. Em relação a isso, instituições americanas publicaram um boletim informativo acusando hackers da China estariam tentando entrar em sistemas de pesquisas americanos para obter informações e também para tentar hackear instituições envolvidas no combate ao novo coronavírus.

O comunicado fazia um alerta e informava para as organizações de saúde, farmacêuticas ou de pesquisa que estejam envolvidas no combate ao novo coronavírus devem "estar cientes de que são os maiores alvos dessa atividade e tomar as medidas necessárias para proteger seus sistemas". A respeito das possíveis intervenções em estudos americanos, nenhuma entidade governamental chinesa se manifestou publicamente sobre as acusações.

Brasil e coronavírus

Assim como os demais países, o Brasil também vem sofrendo com os impactos do novo coronavírus. Mesmo com métodos de prevenção sendo divulgados diariamente por agentes da saúde, mortes continuam sendo registradas em todo o território nacional. De acordo com dados apresentados pelo Ministério da Saúde, foram registradas 13.276 mortes, 78.424 casos recuperados e mais de 192 mil de pessoas diagnosticadas com a doença.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!