Na noite dessa terça-feira (24), foi anunciado mais um eliminado no "Big Brother Brasil 20". No paredão estavam escalados os três nomes para sair da casa, que eram: Daniel, Flayslane e Ivy. Com 80,82% dos votos, o nono eliminado no reality foi Daniel.

Ao ser eliminado, Daniel demonstrou surpresa com o resultado da votação. Após sair a notícia da sua saída, anunciada pelo próprio Tiago Leifert, diversos brother foram até ele para consolá-lo.

Jogo da discórdia

Um dia anterior, segunda-feira (23), foi protagonizado um jogo da discórdia, onde todos os participantes teriam que dar suas reais opiniões sobre os que iriam ir para o paredão e dizer qual deles deveriam sair.

Enquanto os participantes davam suas opiniões, acabou gerando uma tremenda confusão.

Tudo se iniciou entre as participantes Thelma e Flayslane, enquanto a Líder conversava com Felipe sobre as falas de ambos durante a dinâmica, a emparedada chegou na cozinha do VIP e se intrometeu na conversa, começando uma tremendo intriga.

Eliminação de Pyong Lee

O último eliminado foi o hipnólogo Pyong Lee. Enquanto ele estava na casa, era o divisor entre os demais participantes. Enquanto existiam pessoas que o admirava, existiam outros participantes que não iam muito com a cara dele.

Pyong também deu o que falar enquanto estava no reality. Em uma das festas em que participou, acabou protagonizando uma situação bastante deplorável, que chocou muitos internautas que assistiam no dia. Pyong, após ingerir altos goles de álcool, ficou mais ''soltinho'' e começou a dar em cima de algumas participantes.

O que deixou o público impressionado e indignado, foi a forma em que ele abordava as meninas.

Marcela e Flayslane acabaram sendo vítimas dos supostos abusos, onde Pyong acabou passando a mão em partes íntimas e até mesmo tentou beijá-las.

Na época, muitos internautas foram as redes sociais e postando tamanha indignação. Na maioria das vezes, o público pediu para que os organizadores do programa revisse as imagens e tomassem alguma medida, para que novas cenas não se repetisse. mas nada foi feito.

Pyong Lee

Sobre as denúncias por supostos abusos, o hipnólogo recebeu uma intimação da Polícia Civil, com objetivo de colher depoimento e entender o que de fato aconteceu na noite da festa. Sobre o caso, Pyong deu uma entrevista para o Uol, informando que estava ciente dos possíveis problemas que ele irá enfrentar judicialmente.“Estou disposto a responder e esclarecer tudo que for preciso”.

Ainda sobre o caso, ele completou: “Estou com a minha consciência tranquila. Eu errei, não vou mentir, não vou esconder e não preciso fazer isso. Inclusive já pedi desculpas publicamente dentro do BBB".

Não perca a nossa página no Facebook!