O jornalista José Luiz Datena desabafou sobre como tem enfrentado esse momento de pandemia do novo coronavírus, que começou na China e tomou conta do mundo inteiro. O apresentador participou de um programa da Rádio Bandeirantes na manhã desta terça-feira (9) e falou sobre esse momento difícil enfrentado pela população mundial.

Datena relembra Boechat e fala de depressão

O jornalista estava analisando a situação atual quando disse que nunca experimentou a tal da depressão e relembrou uma conversa que teve com o finado Ricardo Boechat, que faleceu no começo do ano de 2019, após sofrer um acidente de helicóptero na cidade de São Paulo.

Datena contou que certa vez Boechat disse para ele que de uma hora para outra tinha começado a chorar sozinho e que aquilo era a pior coisa que existia. Segundo jornalista, ele não sabe o que é depressão e que o normal é ele deixar as pessoas deprimidas, de tanto que enche a paciência das pessoas, então os outros é que ficam deprimidos em seu lugar.

Jornalista Datena revela estar perto da depressão

O funcionário da Band continuou seu bate-papo e disse que acredita estar perto de ficar com depressão e que isso é porque "você não tem um fio de esperança", nem alento e perguntou se é assim que as pessoas sentem quando estão com a doença. "Mas acho que estou ficando perto disso aí. Porque você não tem um fio de esperança, não tem um alento, então é assim que você sente?", disse.

O famoso revelou que sempre foi uma pessoa de batalhar muito, brigar e trabalhar muito também, mas confessou que se encontra meio cansado durante essa pandemia devido a uma série de fatores. Datena revelou a preocupação que tem não somente com ele, mas com as outras pessoas, a começar pela família e avaliou que o ser humano é bem egoísta e sempre se preocupa com os próximos mais próximos, que estão ao nosso lado.

O jornalista demonstrou que se preocupa também com o próximo, de uma forma geral, ao ver tantas pessoas morrendo devido à pandemia. O apresentador do "Brasil Urgente" confessou que tem se sentido meio triste, fora do que normalmente se sentia e desejou que isso melhore logo.

Datena detona Trump, Olavo e Hang

Na edição desta terça-feira do "Brasil Urgente", Datena aproveitou para criticar 'três amigos de Bolsonaro'. Ele comentou as críticas do presidente dos Estados Unidos, que disse que se tivesse feito no país o que foi feito no Brasil teria dois milhões de americanos mortos.

O jornalista disse que Trump se dizia amigo de Bolsonaro e veio com trairagem. Ele citou também Olavo de Carvalho, que se dizia amigo do presidente, mas que criticou o mesmo no Twitter e disse até que ia derrubar o governo Bolsonaro. Em seguida, Datena criticou o dono da Havan, Luciano Hang, que está fazendo vaquinha para dar dinheiro para Olavo de Carvalho. O apresentador do "Brasil Urgente" concluiu dizendo: "Aliás, o Bolsonaro tem cada amigo, hein."

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!