A apresentadora Xuxa Meneghel surpreendeu as pessoas no último domingo (1º) quando foi ao ar uma entrevista no "Fantástico", da Rede Globo, em que a ex-contratada da emissora pediu para que as pessoas assistam ao filme "Amor Estranho Amor".

O longa de 1982 trazia a então jovem modelo e atriz Xuxa com apenas 18 anos. Na produção dirigida por Walter Hugo Khouri (1929-2003), Xuxa interpretou o papel de uma adolescente de 15 anos que foi vendida para um prostíbulo. No drama, Xuxa apareceu nua ao lado de um garoto de 12 anos, vivido por Marcelo Ribeiro.

Ficção

Na entrevista concedida ao programa dominical da Globo, Xuxa rebate as acusações que recebeu ao longo dos anos de que teria tido relação íntima com uma criança de 12 anos.

Ela ressaltou que isto não aconteceu, que se trata de ficção.

Na época, a artista provavelmente não imaginou o quanto ela se tornaria uma celebridade reconhecida nacionalmente, não por sua bem sucedida carreira como modelo, ou mesmo como atriz, e sim como apresentadora de programas infantis.

O trabalho da artista com o público infantil fez com que ao longo de toda a sua carreira "Amor Estranho Amor" se tornasse um assunto delicado.

Na década de 1990, a rainha dos baixinhos conseguiu fazer com que fosse proibida a comercialização do filme.

Quem decidiu em favor da apresentadora foi o até então desconhecido juiz de primeiro grau Luiz Fux, que hoje é ministro e atual presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

Xuxa foi mais longe ainda, além da decisão favorável na Justiça, ela também comprou os direitos de exibição da produção.

Em três décadas, ela pagou a Cinearte Produções algo em torno de US$ 60 mil para que o filme não fosse exibido.

A recente declaração de Xuxa Meneghel não foi a primeira na qual ela decidiu deixar de se preocupar com o filme. Em 2018 ela decidiu deixar de pagar pelos direitos da obra.

Polêmicas

Mesmo passados 38 anos do lançamento de "Amor Estranho Amor", Xuxa continuou sendo criticada por sua participação na produção, sendo acusada de pedofilia.

Recentemente, o polêmico apresentador da RedeTV! Sikêra Júnior acusou a apresentadora do crime de pedofilia, o que acabou rendendo um processo por parte da artista.

Xuxa fez o pedido para que as pessoas assistam ao filme justamente por ele narrar a trajetória de uma menina que foi vendida para se tornar uma prostituta, uma situação que acontece ainda nos dias atuais, declarou a apresentadora.

Os interessados em conferir a obra não irão achá-la com facilidade, justamente pelo fato de Xuxa ter proibido sua exibição. Nem mesmo o Canal Brasil, conhecido por seu vasto acervo de filmes nacionais, tem a obra em seu catálogo, assim como também não é possível encontrar o longa nos serviços de streaming.

Siga a página Cinema
Seguir
Siga a página Xuxa
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!