Uma menina de dezesseis anos se tornou manchete em vários veículos de comunicação em todo o mundo, em especial na internet, nesta última quinta-feira (27). A menina foi identificada como #Vitória Muller, ela grava vídeos para o YouTube.

A #youtuber brasileira colocou seu animalzinho de estimação, um porquinho-da-índia dentro de um forno microondas e no vídeo é possível ver o animalzinho por alguns segundos rodando dentro do aparelho. O jornal Extra divulgou que a atitude da youtuber gerou um grande alvoroço, acompanhado de muita revolta por parte de todos os que assistiram ao vídeo que a youtuber postou em sua página no Twitter.

Publicidade
Publicidade

O vídeo não demorou muito para se tornar um dos maiores assuntos sendo comentado nas redes sociais. Os internautas até criaram uma hashtag personalizada para o ocorrido, como forma de não aceitarem a atitude da jovem. Alguns internautas ainda chegaram a realizar diversas denúncias à comunidade do Ibama, que são responsáveis pela vida de todos os animais silvestres. Alguns internautas até pediram que a jovem fosse presa, o que não foi possível pelo fato da jovem ser ainda menor de idade.

Após a grande repercussão do caso, a jovem desativou a sua conta no Twitter para evitar que o problema se agravasse mais ainda. A jovem pediu encarecidamente para que não fosse mais divulgado o vídeo, mas a internet não perdoa e o vídeo foi republicado em centenas de outros perfis através da mesma rede social.

Publicidade

No vídeo, claramente se vê a própria youtuber ligando o aparelho de microondas enquanto o animal já havia sido colocado dentro do forno. O #porquinho-da-índia aparenta estar desesperado, o que levou os internautas a considerar que o animal estaria passando por uma verdadeira tortura.

A youtuber informou, em nota, que a ideia partiu de um amigo e que num primeiro instante ela não teria pensado nas possíveis consequências que o caso poderia trazer. Logo depois ela afirmou que colocou o porquinho-da-índia dentro de um freezer. "Roubaram e apagaram meu Twitter e até mesmo a minha antiga página no Instagram. Parem! Eu confesso com toda a minha sinceridade que o que eu fiz não foi intencional e tenho absoluta certeza que nunca mais retornarei a fazer", afirmou a jovem em uma mensagem na sua página do Facebook.

Em outra postagem, o pai da youtuber agradece aos internautas pelas denúncias e diz que como pai fez o seu papel que foi repreender e castigar a jovem de maneira doutrinária. O pai ainda confirmou que a jovem teria feito tudo quando não havia ninguém no interior da casa.

Assista ao vídeo abaixo: