Será que é válido dizer que todas as pessoas que possuem os olhos claros sofrem menos ou têm menos dor, depressão ou crises de ansiedade? A resposta é sim, conforme os resultados de uma pesquisa elaborada pela Universidade de Pittsburgh, nos EUA, afirmando que as mulheres principalmente, com olhos claros, têm uma alta tolerância a dores elevadas e de forte intensidade e que, paralelamente, sofrem menos de comportamentos depressivos ou ansiogênicos

Inna Belfer, que é professor de anestesiologia juntamente com sua equipe, realizou o estudo em 58 mulheres grávidas, as quais foram observadas durante o período de gestação; sendo que a pesquisa conseguiu revelar que os indivíduos com olhos claros têm maior limite a dor e menor inclinação as crises de ansiedade ou depressão. 

Não resta a menor dúvida de que o estudo em questão carece de uma abordagem muito mais significativa e profunda para serem confirmados os resultados obtidos até agora com a pesquisa, até mesmo porque a massa crítica de mulheres envolvidas no estudo, não parece ser suficiente para a metrificação científica, no que diz respeito a uma amostra parruda e significativa.

Publicidade
Publicidade

Há ainda críticas de mulheres com olhos azuis e verdes que dizem sofrer de males e dores crônicos, bem como de ansiedade e depressão. 

Fato é que a ciência por muito tempo tenta achar um elo de ligação com as características do olho de uma pessoa e outros traços físicos ou psicológicos, como, por exemplo, muitos pesquisadores sugeriram que as pessoas que têm olhos escuros, não resistem por muito tempo aos efeitos das bebidas alcoólicas, e que seres humanos com olhos claros apresentam um poder de concentração no mínimo, invejável. 

De concreto o que se sabe na atualidade, é que os genes definidores da região colorida dos olhos, que é a íris, são, sim, multifuncionais, que traduzido, significa, que eles muito provavelmente guardem uma relação direta com as características ou traços diferentes do corpo humano, mas os cientistas e estudiosos estão longe de rastrear, identificando quais são as essas características vislumbradas.

Publicidade

O que pode ser feito e mesmo assim de forma empírica por meio da observação dos olhos e suas tonalidades é um exercício simplório, mas que de algum modo, pode ser útil no estabelecimento de correlações físicas e psíquicas consideradas importantes. A conclusão de tudo isso, é que os olhos, no que diz respeito a saber qual é o limite da dor de uma pessoa até o aspecto comportamental, funcionam não só como espelhos da alma, mas servem ainda como medidores de reações corporais quando a pessoa é submetida a situações diversas

É o desejo dos cientistas e população leiga, que se descubra o mais rápido possível, o que a íris (parte colorida do olho) tem a dizer sobre as características e peculiaridades não reveladas dos seres humanos, uma vez que tenham olhos claros ou olhos escuros. Por outro lado, mesmo supondo que se consigam essas respostas, o que poderá ser dito de uma pessoa que tenha um olho da cor clara e o outro da cor escura? Que ela é uma pessoa detentora de dupla personalidade? #Beleza #Curiosidades #Comportamento