A presidente Dilma Rousseff anunciou que o balanço fiscal da Petrobrás será apresentado até o final do mês de abril. A notícia surge junto a alta de 5% das ações da estatal na bolsa de valores e o anúncio de um contrato de financiamento de US$ 3,5 bilhões com o Banco de Desenvolvimento da China.

A Petrobrás acaba de atingir novo recorde na produção de petróleo no país. A empresa chega a produção de 737 mil barris por dia. A exploração da camada de Pré-Sal fez a empresa ser reconhecida como a maior empresa petrolífera do mundo de capital aberto.

Aumento das ações

As ações da Petrobrás sofreram quedas vertiginosas após o anúncio envolvendo a estatal e empresas prestadoras de serviços em esquemas de corrupção.

Publicidade
Publicidade

Na última semana de março, as ações apresentaram alta contínua somando 20% de aumento em poucos dias. Na quarta-feira primeiro de abril, as ações subiram em 5% em apenas um dia. O aumento do preço é reflexo das medidas implantadas como o ajuste fiscal e a demissão de funcionários envolvidos. O inquérito da operação Lava-Jato segue ouvindo seus envolvidos em suas investigações.

Balanço fiscal

As medidas apresentadas pelo governo representado pelo Ministro da Casa Civil, Joaquim Levy, coloca ordem e instrumentaliza ajustes fiscais como a negociação das dívidas dos estados e municípios e no combate a corrupção, como a votação do processo que discute o financiamento público de campanha. Medidas externas como essas, favorecem a Petrobrás economicamente diante do cenário político atual.

Publicidade

Após o governo enxugar suas contas e apresentar seu Plano Fiscal de 2015, o balanço fiscal da Petrobrás é aguardado por apresentar provas e indícios que serão utilizados nos inquéritos das operações #Lava Jato. Segundo a presidente , o balanço deverá ser apresentado até o final de abril pela Petrobrás.

Crédito aprovado

O Banco de Desenvolvimento da China aprovou empréstimo de US$ 3,5 bilhões à Petrobrás, contrariando opiniões sobre o enfraquecimento da imagem e da credibilidade da empresa no cenário internacional. O financiamento concedido a estatal só reforça o reconhecimento de seu crescimento contínuo e de sua expansão, que bate recordes seguidos de produção diária de barris de petróleo. #Petrobras