A ditadura da beleza fez mais uma vítima fatal. Uma jovem de 29 anos faleceu na última quinta-feira (6), após ingerir, segundo familiares, um produto anabolizante, na Zona Leste de Manaus (AM).

Ela teve um infarto, foi socorrida, mas chegou sem vida ao hospital. Parentes contaram que Lucilene Souza Lima era autônoma e combinava atividades físicas com medicamentos prescritos por um personal trainer.

Conforme os relatos, Lucilene saiu de casa para comprar comida às 16 horas, aproximadamente. Quando estava caminhando, acabou passando mal a poucos metros da residência onde morava com o companheiro.

Um colega viu quando a jovem caiu e a levou para o Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo.

Publicidade
Publicidade

Não houve tempo de reanimá-la. O óbito ocorreu ainda no caminho da unidade hospitalar.

Para a imprensa, a cunhada de Lucilene, que pediu anonimato, declarou que a moça estava ingerindo um gel há três semanas. O produto era tomado sempre com suplementos alimentares. O objetivo era potencializar os efeitos da malhação na academia.

A cunhada conta ainda que o conhecido que a socorreu constatou, além do desmaio, a coloração roxa no corpo da jovem. A parente ainda lembrou que os familiares chegaram a alertar que Lucilene exagerava nos medicamentos para modelar o corpo, mas ela não dava ouvidos.

Apesar das afirmações, o laudo preliminar do Instituto Médico Legal (IML) aponta que a autônoma teve um mal súbito apenas. Não há, até o momento, uma causa determinada do óbito, que segue sendo investigado.

Publicidade

Porém, ainda segundo a cunhada, um profissional da equipe médica que recebeu Lucilene já em óbito informou que os órgãos estavam comprometidos pelo uso dos remédios.

Ela contou que a família levou os produtos usados pela jovem para o centro hospitalar e que o médico chegou a dizer que o gel causa corrosão dos órgãos, especialmente do fígado.

Ainda segundo a cunhada, Lucilene buscava a perfeição em matéria de beleza.

Segundo as autoridades policiais, os medicamentos e suplementos passarão por uma análise para ajudar na investigação da causa da morte. #Doença #Saúde