Toda mulher, quando descobre que está sendo traída, fica furiosa com o marido e também com a amante, mas esse caso chama a atenção justamente pela atitude inusitada que uma australiana teve, que foi escrever uma carta para a amante de seu marido. Ela contou o que sentiu assim que soube da traição: "Tudo começou quando a amante pegou o celular do meu marido para tirar uma foto e conseguiu digitar a senha secreta".

A partir desse momento, foi como se o chão abrisse embaixo dos seus pés, mas ela sabia que era preciso ser forte. Mas foi difícil se conter porque nem ela mesma sabia a senha secreta do marido e aquela mulher sabia, mas conseguiu disfarçar bem e a amante nem percebeu o inferno que ela vivia naquele exato momento.

Publicidade
Publicidade

Foi então que a esposa abriu os olhos para a realidade à sua volta. Tudo o que ela fazia era criticado pelo marido e até as coisas mais simples, como uma simples compra no supermercado, era motivo para ele reclamar. A esposa também mencionou na carta que seu marido chegou a comentar que a amante sempre comprava atum enlatado em óleo, por ser mais saudável e foi então que ela parou de comprar atum enlatado em água, mas nem assim era elogiada.

Na carta destinada à amante de seu marido, a australiana contou também da vez que ele trouxe 3 sacos de nozes e sementes ativadas, que ele recebeu da "outra". No dia seguinte, chegou com os "muffins" que a amante havia assado e sempre elogiando muito a forma amável de ser da outra, o quanto era prestativa e não tinha mais nenhum elogio para ela, a esposa.

Publicidade

A carta ainda traz outras lembranças, como o dia em que a esposa chegou ao local onde a amante trabalhava e ela estava com um short minúsculo e isso só porque ela e o marido trabalhavam no mesmo andar. Em outro trecho, ela escreve: "Você reservava hotéis e sugeria restaurantes par ele, fazia tranças no cabelo da minha filha e cócegas no meu filho, quando eu não estava presente".

Por fim, o marido passou a chegar em casa sempre depois das 22 horas. Ela ligava para ele, preocupada, mas nunca era atendida. E então, a notícia final, o marido disse à esposa que não aguentava mais viver daquele jeito e que ia sair de casa, pois não a amava mais e nem poderia amá-la novamente.

A carta termina com a esposa traída dizendo que a única vingança dela é esperar, pois certamente a amante um dia viverá o que ela viveu, não importa quantos anos, mais cedo ou mais tarde ela estaria em casa, com o jantar frio na mesa, pensando em onde o marido poderia estar àquela hora da noite. #Polêmica #Casal #Separacao