A madrugada desta segunda-feira será a mais fria da semana na região do #Grande ABC, formada por sete municípios de São Paulo

De acordo com o instituto Climatempo, nos municípios de São Bernardo do Campo e Rio Grande da Serra, a temperatura mínima vai atingir 2ºC até o início da manhã. Ao longo do dia, a máxima prevista é de 15ºC. 

Em Diadema, Santo André, Mauá, São Caetano e Ribeirão Pires, a situação não é muito diferente. Estima-se que os termômetros registrarão 3ºC até de manhã com máxima de 16ºC por volta da hora do almoço. 

Em diversos bairros da cidades do ABC a sensação térmica, cálculo feito levando-se em conta a temperatura e a velocidade dos ventos, deve chegar a 0ºC.

Publicidade
Publicidade

Moradores dos bairros próximos à represa Billings ou à Serra do Mar serão os mais afetados pelo clima congelante. 

Previsão para os próximos dias

O calor deve voltar ao longo da semana, ainda que de forma modesta. A temperatura subirá de forma gradual a partir de quarta-feira, cuja máxima prevista pela Climatempo será de 21ºC em todo o ABC. Sol forte mesmo somente no próximo final de semana que terá mínimas entre 12ºC e 14ºC, com máximas de até 25ºC no domingo. 

Apesar de dias nublados, não há previsão de chuvas. 

Cuidados com o frio

Médicos alertam para os cuidados redobrados em madrugadas como a desta segunda-feira. O corpo humano tem temperatura média de 36ºC e a exposição à um ambiente de baixas temperaturas podem levar a um estado de hipotermia, causando danos fisiológicos irrecuperáveis ou levando o indivíduo até a morte. 

Os principais sintomas da hipotermia são os tremores fortes e involuntários do corpo.

Publicidade

Quando a pessoa está nesse estágio, o ideal é abrigá-la com roupas mais grossas e fazer com que a mesma beba líquidos mornos. 

Crianças, idosos e moradores de rua são os mais atingidos em épocas assim. Infelizmente, poucas são as cidades que contam com programas de proteção, abrigos e campanhas solidárias. 

No Grande ABC, instituições como a Cruz Vermelha e o Exército da Salvação estão entre as principais que promovem ações sociais para tentar aliviar o sofrimento de quem não tem onde morar. Para ajudar é só acessar os sites das organizações e entrar em contato com as mesmas.  #Mudança do Clima