Hoje em dia, a impressora jato de tinta, devido ao baixo custo operacional, é muito usada em pequenos escritórios e em casa, porém, a coisa muda de figura quando se tem de fazer uma larga impressão ou aumentar o volume frequentemente. No caso de uso para impressão de fotos de alta qualidade, dificilmente há impressoras de tanque de tinta a baixo custo nativo com este suporte, normalmente a manutenção é cara, assim como a tinta, mesmo para pequenas tiragens, devido a composição e especificação de resolução do aparelho.

A coisa muda de figura um pouco, se o foco for grandes volumes e um custo baixo, aí, pode-se usar tanque de impressão com mais tranquilidade, uma vez que atende o custo benefício operacional.

Publicidade
Publicidade

Mas, como se calcula o custo disto? Se, por exemplo, uma impressora tiver manutenção de motores e cabeçote a cada dez mil páginas, ela vai imprimir vinte resmas de papel até precisar trocar o motor e o cabeçote. Já uma impressora robusta, que suporta cem mil páginas, poderá imprimir até duzentas resmas até precisar trocar o motor e o cabeçote. É claro que o gasto de energia para manter funcionando uma impressora de grande tiragem é maior que uma de baixa.

Quanto ao consumo de cartuchos de impressão, já como solução técnica usam kit´s avulsos com o tanque de tinta. É claro que estes kit´s muitas vezes causam problemas na impressora porque, se tiver uma má vedação, a tendência é vazar a tinta para dentro. Normalmente ali em baixo fica a placa mãe, caso a tinta molhe a placa, você perde a impressora.

Publicidade

Então algumas adaptações até são boas e os kits vem até com vedação dupla, o que é uma segurança, porém, rara de se encontrar. Logo, entre economizar, comprar uma impressora barata ou média e colocar um kit avulso, melhor adquirir a impressora já com suporte a tanque de impressão. Caso já tenha a impressora e ela esteja no fim da vida útil, e a instalação de um tanque de impressão faça esta ainda valer a pena por um tempo, aí sim, usar este recurso, mesmo arriscado, pode oferecer alguma economia, mesmo que muitas vezes possa causar a perda da impressora por vazamento de tinta após certo tempo.

O cálculo final fica por conta também do gasto energético de operação. Uma impressora jato de tinta, que tem resolução menor e ainda tende a borrar a impressão até terminar o tempo de secagem, em comparação a uma laser, vence de longe em economia energética para o operador. #Negócios #Trabalho #Comunicação