Ana Becerra, uma jovem de vinte e dois anos, mostrou as marcas e lesões que sofreu depois de ter sido atacada por Louis Tomlinson no aeroporto de Los Angeles. Em declarações ao jornal inglês “The Mirror”, a mulher mostrou ferimentos na sua orelha e olho, garantindo também que, apesar de não ser visível, sofreu uma contusão depois da agressão. Ana revela que, percebendo que Louis estava confrontando um paparazzi, decidiu gravar a situação insólita com seu celular, tendo sido primeiro insultada por Eleanor Calder e depois atacada por Louis.

Pela primeira vez na sua vida, o cantor mais velho do #One Direction teve graves problemas com a polícia, tendo sido mesmo preso e interrogado pelas autoridades de Los Angeles que, depois do artista pagar uma fiança, conseguiu sair em liberdade.

Publicidade
Publicidade

Ainda assim, Louis Tomlinson foi obrigado a assinar um papel onde se comprometia a ir a #Tribunal para os seus atos violentos serem julgados.

Contudo, os problemas de Louis Tomlinson podem não ficar apenas pela Justiça americana, visto que pelo menos duas pessoas teriam sido atacadas pelo cantor. Como é visível no vídeo do momento, que rapidamente se tornou viral, Louis empurra e derruba um fotógrafo, causando um enorme pânico no aeroporto, um espaço que proíbe qualquer tipo de violência. Porém, surge agora uma nova vítima da fúria do cantor, que fez questão de mostrar as marcar que o cantor deixou no seu corpo.

Como garante o site do jornal inglês “The Mirror”, Ana Becerra, que já apresentou formalmente queixa contra o cantor do One Direction, revelou que tudo teria começado depois de Eleanor Calder, alegadamente a namorada de Louis, ter questionado se ela estava tirando fotografias, chamando a jovem de “cabra”.

Publicidade

Segundo o seu relato dos acontecimentos, Ana acabou sendo depois agredida por Louis Tomlinson, pois talvez pensaria que sua namorada estava sendo atacada. Nas redes sociais, as fotos dos ferimentos e lesões de Ana estão sendo compartilhadas, chocando muitos “directioners”, que dizem não acreditar que o seu ídolo fosse capaz de agredir dessa forma uma mulher. #Investigação Criminal