O ex-#Polegar #Ricardo Costa, foi preso na região do Vale do Paraíba (Taubaté), por descumprir acordo judicial de pensão alimentícia. O ex-artista, foi levado por policiais nesta terça-feira (27), por não pagar a pensão de seu filho de 9 anos. Os valores totais do débito, somados, ultrapassam os R$13 mil.

O garoto é fruto de seu primeiro relacionamento sério, e a história chegou a ser notícia na TV. Ricardo havia, inclusive, feito um acordo judicial, na época, para evitar a #Prisão, mas um fato novo ocorreu e assim ele não honrou com o compromisso, o que culminou em sua prisão.

Vida artística

Ricardo integrou o grupo nos anos 90 e com sucessos como 'Dá Prá Mim', 'Ela Não Liga', entre outros, era um dos grupos com maior execução musical na TV e nas rádios de todo o Brasil.

Publicidade
Publicidade

O grupo ficou em atividade até 1997, quando foi desfeito. Polegar chegou a fazer uma reaparição por conta do aniversário de 25 anos, mas com interesses diversos de cada integrante, não foi para frente.

Débitos de 'pensão alimentícia' levaram Ricardo à prisão

Segundo o advogado da ex-mulher de Ricardo, Hélio Barbosa, o ex-polegar estava devendo cerca de R$13 mil em pensões atrasadas. Foi discutido um acordo e ficou acertado que o débito seria quitado em 28 parcelas de R$500. Além disso, ele não poderia mais atrasar as pensões mensais. Mas além de atrasar a mensal ele também não pagou a parcela do acordo e por esse motivo, a prisão do músico foi solicitada.

O advogado do ex-Polegar, André Luiz Stacini, que assumiu desde então a causa, alegou que o músico não está em atraso com as parcelas, mas não deu mais detalhes sobre o caso.

Publicidade

Ex-Polegar teve ajuda de Rodrigo Faro

Ricardo Costa teve sua história contada pelo colega Rodrigo Faro, que foi contemporâneo de sucesso do Polegar, mas com outro grupo, o Dominó. Em 'A Hora do Faro', no mês de abril, o apresentador visitou o ex-músico que comoveu a todos com sua história. Ele contou que havia tomado um revés da vida e por conta disto, ele havia perdido todo o dinheiro que ganhou no auge. O ex-Polegar acabou sendo ajudado por vários ex-colegas e pelo programa. Segundo o site do TV Foco, quantia recebida somava R$50 mil. Mas ao que consta, o dinheiro não teve como destino, a pensão alimentícia de seu filho, que já estava atrasada.

Após insucesso, Ricardo Costa vende Food Truck

Logo após sua história ter vindo à tona, Ricardo decidiu vender o veículo Food Truck, que podia ser visto em sites pela internet anunciado por R$145 mil. O projeto de empreender sobre rodas não teve sucesso. Entretanto, a justiça foi notificada da venda do veículo, há duas semanas, e Ricardo se manteve em débito com a pensão.

Por conta do descumprimento, a própria ex-mulher de Ricardo solicitou a prisão do chef de cozinha. Como dito anteriormente, o advogado de Costa se pronunciou dizendo que irá provar que não há débitos em aberto, mas não deu maiores detalhes. Cumpre ressaltar que o advogado assumiu o caso esta manhã, após a prisão do ex-Polegar.