Um homem foi preso pela Polícia acusado de agressão sexual contra uma menina de 6 anos, na noite sexta-feira passada (13), na Avenida Novo Tempo, no bairro São Brás, na cidade de Prado, na Bahia. O acusado de ter cometido a agressão sexual foi identificado como Antônio Oliveira Ramos, de 54 anos. Para a polícia, ele é o principal suspeito de ter abusado da vítima. Segundo informações repassadas pela polícia, o homem disse ser ex-namorado da mãe da vítima e foi preso em flagrante.

De acordo com a imprensa local, a polícia foi acionada pela mãe, que informou que a filha chegou em casa assustada, dizendo que Ramos havia passado a mãe em seu corpo.

Antes de os policiais chegaram à casa do suspeito, ele foi agredido pelo irmão da vítima.

Menina é abusada por ex-namorado da mãe

As primeiras informações obtidas pelos policiais no local apontaram que a mãe da vítima havia pedido para a filha ir até à casa do acusado perguntar se ele tinha Durepox. Segundo a vítima, quando chegou na casa do suspeito, ele a passar a mão em seu corpo e colocou o dedo entre suas partes tentando alcançar a partes íntimas. Em seguida, chupou o seu pescoço.

Porém, a vítima conseguiu escapar do agressor e saiu correndo assustada de volta para casa. Ao ser questionada pela mãe qual o motivo de estar assustada, a menina revelou o que tinha acontecido. A polícia foi acionada e o homem foi preso. Em seguida, Ramos foi levado para uma unidade policial na localidade, onde prestou depoimento para a delegada plantonista Maria Luíza.

O acusado negou ter abusado da vítima

Conforme consta no depoimento, o acusado negou ter abusado da vítima. Segundo ele, a vítima pulou o portão de sua casa e o assediou, pedindo que a chupasse. O homem disse que ainda se negou a cometer o ato. Ramos diz que não fez nada e não sabe os motivos das marcas no corpo da menina.

As imagens divulgadas pela polícia mostram o pescoço da vítima com várias marcas.

A mãe da menina também prestou depoimento e ficou revoltada com a atitude do ex-namorado. Após o depoimento, Ramos foi levado para uma cadeia da cidade, onde está à disposição da Justiça. A menina foi levada para fazer exames no Departamento de Polícia Técnica para saber se houve conjunção carnal do acusado com a vítima. O caso está sendo investigado.

Veja o acusado confessando que já teve um caso com a mãe da vítima e negando que atacou a menina:

Qual a sua opinião sobre esse crime bárbaro? Deixe-nos o seu comentário logo abaixo.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!