As autoridades prenderam, na quinta-feira (21), um idoso como sendo o principal suspeito de ter abusado sexualmente da filha e da neta. O crime aconteceu na cidade de Guaiúba, na Região Metropolitana de Fortaleza (CE).

Conforme relatos do delegado Francisco Cavalcante, que está à frente das investigações, a própria neta do suspeito foi quem gravou os abusos e mostrou para a mãe como prova do crime. Francisco relatou que a mãe da vítima também era abusada pelo pai desde que tinha apenas 10 anos.

Menina filma o próprio abuso praticado pelo avô como prova

O suspeito foi preso após a Polícia ver o vídeo feito pela vítima. Nas imagens, o homem aparece se masturbando em casa.

Francisco disse que a garotinha havia pegado o celular da avó escondido e mandou um áudio para a mãe relatando que estava só com o suspeito. Familiares da vítima, após terem visto o vídeo e ouvido o áudio feito pela menina, denunciou o homem para a polícia. A criança, em depoimento, disse que o vídeo [VIDEO] foi a única maneira que achou para provar os abusos cometidos pelo avô.

A mãe da menina disse que havia percebido que a filha estava triste e com medo, mas nunca tinha relatado as agressões sofridas pelo avô. "Tá aí, mãe, a prova", diz a vítima em áudio [VIDEO] após fazer as gravações para fazer a denúncia.

Medo de denunciar

Conforme o delegado, familiares da garotinha já haviam desconfiado dos abusos praticados pelo homem, mas tinham medo do acusado. De acordo com a mãe da vítima, ela também foi vítima de abusos do pai desde que tinha 10 anos.

Segundo a mulher, o suspeito obrigava os filhos assistirem filmes indecentes.

A mulher disse também que o homem as obrigava a tocarem nas partes íntimas dele, acrescentado que os abusos aconteciam sempre da mesma forma. O acusado aproveitava a ausência da esposa para cometer o crime. Conforme as vítimas, a mulher do suspeito não sabia dos crimes praticados.

Estupro e pedofilia

O indivíduo foi aprendido e levado para uma unidade policial da cidade, onde prestou depoimento sobre o caso. Em seguida, foi autuado pelo crime de pedofilia e estupro de vulnerável. Segundo a imprensa local, o delegado entrou com um pedido de prisão preventiva contra o acusado.

A polícia não informou se a menina passou por exames [VIDEO] para saber se foi vítima abusos sexuais ou não. O caso continua sendo investigado pela polícia de Guaiúba. Qual a sua opinião sobe esse crime bárbaro registrado no Ceará? Deixe seu comentário.