Israel enviou neste domingo (27), por volta das 6 horas da manhã, um avião com 130 soldados, que partiu de Jerusalém, capital de Israel, com destino ao Brasil, onde a equipe militar tem o propósito de ampliar o poder de buscas por pessoas desaparecidas e possíveis sobreviventes. No total, são 136 militares que compõem a equipe.

O comandante que lidera a equipe israelense foi recepcionado no Comitê de Crise, que fica localizado na sede do Governo de Minas Gerais, onde fará parte das decisões referentes as estratégias das buscas.

O restante da equipe israelense deverá pousar no aeroporto de Belo Horizonte ainda neste domingo (27), por volta das 21h30, e de lá, seguirão para o município de Brumadinho, no local onde aconteceu o desastre.

Militares, cães farejadores e equipamentos de última geração

A missão será de responsabilidade do embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley, que contará com militares especializados em salvamento, além de 16 toneladas de equipamentos de ponta, como sonares utilizados em submarinos, que tem a capacidade de localizar pessoas em grandes profundidades, detectores de voz e eco de última geração, e seis cães farejadores de elite.

Os trabalhos de auxilio dos militares israelenses serão iniciados nesta próxima segunda-feira (28), onde a equipe fará um detalhado reconhecimento da área afetada pelo rompimento da barragem em Brumadinho, e posteriormente um planejamento referente ao local onde ficarão instalados os militares e os equipamentos enquanto estiverem auxiliando as autoridades brasileiras nas buscas. Os trabalhos dos militares israelenses estão previstos para que durem uma semana, porém, poderão ser prorrogados caso haja necessidade.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Governo

A conversa de Benjamin Netanyahu e Jair Bolsonaro

Através de uma publicação na rede social Twitter neste sábado (26), o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, detalhou como foi a conversa com o presidente Jair Messias Bolsonaro, na qual ofereceu ajuda militar para auxiliar nas buscas em Brumadinho. Netanyahu contou que colocou à disposição toda ajuda possível para cooperar nas buscas e que a missão israelense estaria pronta para vir ao Brasil em 24 horas. Jair Bolsonaro agradeceu e aceitou de imediato.

O rompimento da barragem

A barragem, que é de responsabilidade da mineradora Vale, se rompeu nesta última sexta-feira (25) no município de Brumadinho (MG), na região do córrego do Feijão, que fica próximo ao quilometro 50 da rodovia MG-040, causando um verdadeiro desastre na cidade, onde a correnteza da água enlamaçada invadiu parte da cidade, destruindo tudo por onde passava e causando o desaparecimento de mais de duas centenas de pessoas, além de nove vítimas fatais até o momento, segundo informação dos Bombeiros.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo