Anúncio
Anúncio

A criminalidade no Rio de Janeiro por pouco não fez uma nova vítima no último sábado (5). Polyana Viana, lutadora do UFC, foi surpreendida por um assaltante enquanto esperava um carro de aplicativo na "Cidade Maravilhosa" e quase ficou sem o celular, caso não fosse sua ação para impedir que o ladrão levasse seu aparelho. Em entrevista ao site MMA Junkie, a brasileira falou sobre a tentativa de assalto e como imobilizou o ladrão até a chegada da Polícia.

'Eu o peguei com um mata-leão', contou a lutadora

Polyana Viana conseguiu se livrar de um assalto após perceber que a suposta arma que carregava o ladrão era de mentira.

Durante entrevista, a lutadora contou os detalhes da ação do criminoso e revelou que foi abordada pelo homem, que lhe perguntou as horas. Após dar a informação, a brasileira disse que percebeu que o rapaz continuou ao seu lado.

Advertisement

Foi nesse momento que ela teria deduzido um possível assalto.

Afim de se resguardar, a lutadora contou que ameaçou guardar seu celular no bolso, quando o homem anunciou o assalto. "Me dê o telefone. Não tente reagir, porque eu estou armado", esbravejou o assaltante, segundo Polyana. Em seguida, a brasileira relatou que acabou notando que a tal arma dita pelo homem seria de mentira. Ela reagiu com dois socos e um chute.

"Ele estava bem perto de mim. Daí pensei: se é uma arma, ele não terá tempo de sacá-la. Então eu me levantei. Eu dei dois socos e um chute. Ele caiu e eu o peguei com um mata-leão", contou Polyana Viana.

Imobilização até a chegada da polícia

Ainda em seu relato, a lutadora contou que após imobilizar o assaltante, o colocou no mesmo lugar onde estariam sentados e o manteve preso até a chegada da polícia.

Advertisement

Assustado, o homem pedia a todo momento para que a lutadora o deixasse ir, conforme revelou Polyana.

Polyana não cedeu ao apelo do assaltante e ficou com o homem imobilizado até que os policiais chegassem ao local. A brasileira ainda contou que realmente ficou comprovado que a tal arma portada pelo criminoso era falsa, sendo feita de papelão, e que após ser capturado pela polícia, o assaltante foi levado ao hospital e em seguida encaminhado à delegacia.

Para encerrar a entrevista, a lutadora afirmou estar bem e não ter sofrido nenhum tipo de ferimento. Segundo o site UOL, o homem segue detido.

Mesmo com a atitude tomada pela lutadora, que acabou impedindo que seu bem material fosse levado, fica recomendado que não é seguro reagir a assaltos.