Anúncio
Anúncio

A tragédia de Brumadinho já vitimou mais de 165 pessoas e cerca de 150 pessoas estão desaparecidas. O Corpo de Bombeiros já não acredita que possa encontrar alguém com vida no meio dos escombros e abaixo da lama que provocou grande tragédia ambiental, física e humana. Entretanto, cinco pessoas que estavam na lista de desaparecidas desde o fatídico 25 de janeiro, quando ocorreu o rompimento da barragem do Córrego do Feijão em Brumadinho (MG), foram localizadas e com vida.

Segundo reportagem da Record TV, as pessoas estavam todas bem, apesar do trauma psicológico, e se encontravam abrigadas em casas de parentes e amigos. Na reportagem do canal do bispo Edir Macedo, um bombeiro chamado Thiago Miranda, revelou que após três semanas de buscas sem encontrarem ninguém com vida, estas cinco pessoas deram "sinal de vida". O número de desaparecidos então caiu para 150 pessoas.

Anúncio

“Em uma verificação mais apurada, detectou-se que algumas pessoas haviam se abrigado na casa de parentes ou amigos”, disse Thiago Miranda, do Corpo de Bombeiros de MG, na referida entrevista da Record.

Cinco pessoas são identificadas com vida

A tragédia aconteceu em em uma sexta-feira (25) e desde o sábado (26), dia seguinte ao desastre, que já é um dos maiores do país, não se encontrava ninguém com vida. De todo modo, as cinco pessoas identificadas com vida, não estavam entre os escombros e sim, abrigadas em casas de parentes e amigos.

Além das mortes e das pessoas desaparecidas, cabe ressaltar que ainda existem 138 desabrigados, número atualizado no último boletim fornecido pelo Corpo de Bombeiros.

Anúncio

Ainda há riscos em quatro cidades mineiras

Depois da tragédia de Brumadinho, autoridades fizeram uma série de avaliações em barragens que podem oferecer risco alto as populações próximas e identificou que duas cidades mineiras ainda correm risco elevado.

Dentre eles, Barão de Cocais, que teve toque da sirene para evacuação de pessoas na última semana. O mesmo aconteceu com a população de vilarejos de Itatiaiuçu, onde cerca de 200 pessoas chegaram a ser evacuadas de suas casas.

Volta às aulas em Brumadinho

Nesta segunda (11), as aulas voltaram para os estudantes da rede pública de Brumadinho. Em meio a muita consternação e sentimento de perda, alunos poderão contar com a ajuda de psicólogos todos os dias de aula.

Anúncio

Cabe lembrar que a Vale prometeu R$ 100 mil de ajuda de custo para famílias que perderam seus entes ou que eles ainda estejam desaparecidos e revelou já estar efetuando os pagamentos.