Um casal que havia saído de casa para comemorar um aniversário acabou sendo vítima de um acidente. O casal estava na rodovia dos Imigrantes quando foi atropelado por um motorista que estava completamente embriagado.

A Polícia Militar informou ao portal G1 que na noite do último domingo (17) Camila de Lima Noronha, de 21 anos, estava na garupa da moto do seu namorado, Leonardo de Falcchi, de 24 anos, quando os dois estavam indo para o litoral de São Paulo, em São Vicente, para comemorar o aniversário com amigos e família.

Publicidade
Publicidade

Leonardo completaria 25 anos de idade neste último domingo.

Entretanto, quando eles estavam no quilômetro 24 da rodovia Imigrantes, na altura de São Bernardo do Campo, eles foram atropelados por um veículo conduzido por um comerciante de 62 anos de idade que, segundo a polícia, estava embriagado.

Condutor foge sem prestar socorro às vítimas

O autor do acidente fugiu do local sem prestar socorro às vítimas. Porém, na altura do quilômetro 284, os policiais que estavam patrulhando a rodovia Padre Manoel da Nóbrega, flagraram o comerciante dirigindo o veículo.

Nesse momento, os policias fizeram com que o motorista parasse o carro e na sequência pediram para que o homem mostrasse a CNH e o documento do carro. Porém, o condutor do veículo afirmou que havia esquecido o documento e habilitação do carro em casa e apresentou apenas o RG aos policiais.

Os policiais decidiram consultar a documentação do condutor e descobriram que a mesma estava cassada. Eles também perceberam que o carro estava amassado. Foi então que questionaram o comerciante a respeito do que poderia ter acontecido.

Publicidade

Nesse momento ele confessa que colidiu com uma motocicleta na rodovia dos Imigrantes.

Os agentes souberam do acidente que envolveu Camila e Leonardo no momento em que o condutor assumiu ter colidido com uma moto. O autor do acidente ainda contou que a motocicleta ficou presa embaixo do seu veículo, ele então removeu a moto e continuou sua viagem sem fazer qualquer comunicado à polícia ou prestar socorro às vítimas.

As investigações já suspeitavam de que o homem estava embriagado e então solicitaram que ele fizesse o teste do bafômetro, que por sua vez comprovou as suspeitas.

O condutor estava acompanhado de sua esposa, que informou aos policiais que estava chovendo muito no momento em que o acidente aconteceu.

Leia tudo