Na última terça-feira (12), a comemoração de um pedido de casamento não acabou nada bem depois que o noivo, de 28 anos, se afogou e morreu na praia de Itaúnas, no Espirito Santo. Aghton John Mota Souza era morador de Serra e havia acabado de pedir a namorada, Fanciele Botelho, de 21 anos, em casamento.

Segundo informações passadas pelo Corpo de Bombeiros ao site UOL, o objetivo do jovem era levar a namorada em uma viajem surpresa, e então na praia, pedi-la em casamento. E assim foi, Aghton pediu a mão de Franciele na praia como previsto, no entanto, um imprevisto aconteceu enquanto o casal comemorava o tão esperado ‘sim’.

Publicidade

Após o pedido de casamento, o casal transbordando de felicidade decidiu dar um mergulho, e foi nesse momento que o jovem começou a se afogar. Ainda segundo informações, a praia estava completamente deserta no momento e não contava com um guarda-vidas.

Segundo o tenente Vinicius Pedroni, populares acabaram vendo o acontecimento e ajudaram no resgate, no entanto, só foi possível retirar Franciele do mar, já que Aghton acabou submergido e não conseguiu mais ser encontrado.

Logo após o resgate da jovem, o Corpo de Bombeiros foi acionado na intenção de encontrar o corpo de Aghton, e durante toda a noite fizeram buscas superficiais sem sucesso.

Mas no dia seguinte, pela manhã, as buscas recomeçaram e o corpo de Aghton foi encontrado há 400 metros da costa.

Ainda segundo o tenente, apesar da grande perda da família, todos ficaram agradecidos e aliviados com a rápida recuperação no corpo do jovem. Segundo Pedroni, Franciele passa bem, no entanto, esta emocionalmente muito abalada com a perda do noivo.

O site UOL tentou entrar em contato com o pai do jovem, no entanto o mesmo informou que a família optou por não se manifestar sobre o episódio.

Publicidade

Homem morre afogado em praia do Salvador

Também na terça-feira (12), outro homem, que não teve a identidade informada, acabou morrendo afogado em uma praia de Salvador. Segundo informações passadas pela Secretaria Municipal de Saúde, o homem chegou a ser tirado do mar pela equipe do Salvamar, que logo acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). No entanto, quando a equipe de primeiros socorros chegou ao local, à vítima já estava sem vida. Durante 30 minutos a equipe do Samu tentou técnicas de reanimação, mas não obteve sucesso.

O corpo da vítima foi então encaminhado diretamente ao Departamento de Polícia Técnica (DPT).