No último sábado (9) a Polícia Militar prendeu uma mulher de 25 anos suspeita de ter esfaqueado o próprio filho de apenas 7 anos de idade. O crime aconteceu na Zona da Mata de Pernambuco, mais precisamente em Tracunhaém.

De acordo com o jornal Diário de Pernambuco, a Polícia Militar se dirigiu à casa da vítima após ter recebido denúncias de que uma mãe embriagada estava discutindo com o companheiro.

Segundo informações da PM, o garoto foi encaminhado a um hospital do próprio município. A vítima foi atingida na cabeça.

Motivação do crime

A mulher contou que estava repreendendo seu filho, quando o companheiro entrou no meio e defendeu o garoto.

Nesse momento ela teria se exaltado e por fim pegou uma faca e deu o golpe que acabou atingindo a criança na cabeça.

A mulher foi presa em flagrante e irá responder por violência doméstica e lesão corporal. Após a autuação, a mãe foi encaminhada para a delegacia de Nazaré da Mata, onde foi submetida a uma audiência de custódia. O garoto, que foi encaminhado para o hospital, teve alta logo após ter recebido atendimento médico.

Lei da Palmada e a violência doméstica contra crianças

Em virtude de uma Convenção Internacional a respeito dos Direitos da Criança, foi realizado um acordo entre a Organização das Nações Unidas e o Brasil para a criação de uma lei com a finalidade de proteger crianças e adolescentes de castigos físicos.

Então foi apresentado o projeto de Lei nº 7.672/10 denominado Lei da Palmada.

Através do projeto eles apresentaram uma emenda ao ECA/90 (Estatuto da Criança e do Adolescente). Dessa forma três artigos que visam a proteção integral da criança e do adolescente foram acrescentados ao ECA.

Não perca a nossa página no Facebook!