Uma jovem morreu na última quarta-feira (24) após passar por procedimento estético ilegal em Lorena (SP). Segundo o portal G1, a suspeita é que teria sido injetado silicone industrial nos glúteos da vítima. Segundo o pai de Dayane Rodrigues da Silva, a filha teria contratado duas pessoas para injetar silicone em seus glúteos. A Polícia irá investigar a morte e tentar localizar os responsáveis. O velório da jovem será na tarde desta quinta-feira (25).

Outro caso de grande repercussão envolvendo aplicação de silicone industrial foi o que envolveu a bancária Lilian Calixto, que faleceu em julho do ano passado ao se submeter à aplicação de metacril nos glúteos no apartamento do médico Denis Furtado, conhecido como "Dr. Bumbum".

Dayane faleceu após parada cardíaca

O pai de Dayane, José da Silva, contou ao G1 que a filha teria contratado profissionais de Jacareí, no interior de SP, que faziam venda de "procedimentos estéticos".

O procedimento foi marcado para a última quarta (24), na casa da vítima, localizada na Cidade Industrial, e teria custado R$ 1,5 mil. Dayane se comunicou por mensagem com uma amiga durante o procedimento. Segundo informações encontradas pela família no celular da jovem, a mesma relatou à amiga que foi abandonada pelos dois profissionais que a atenderam quando relatou uma "queda de pressão".

O pai de Dayane também informou que a filha era muito vaidosa e já possuía um histórico de procedimentos estéticos e que não imaginava como os procedimentos eram realizados.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Saúde

Segundo o boletim de ocorrência, a babá dos filhos de Dayane teria prestado socorro, levando a jovem à Santa Casa de Lorena. Dayane foi encaminhada para Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas após uma parada cardíaca não resistiu e veio a falecer. O corpo da jovem estava no IML nesta quinta-feira (25).

Morte da bancária Lilian Calixto

Os procedimentos estéticos realizados de maneira ilegal deixam cada vez mais vítimas em todo país.

Segundo o portal R7, no dia 14 de julho de 2018 a bancária Lilian Calixto esteve no apartamento do médico Denis Furtado, na Barra da Tijuca, para procedimento de aplicação de substância conhecida como metacril. Lilian teria recebido 300 ml da substância nos glúteos. Após o procedimento, a bancária teria passado mal e dado entrada em hospital particular com suposto quadro de trombose. Lilian Calixto faleceu após quatro paradas cardíacas.

A Agência de Vigilância Sanitária regulamenta o uso da substância, porém seu uso deve ser realizado apenas em pequenas quantidades. A Agência restringe o uso do metacril na região dos glúteos. À época, Denis Furtado, conhecido como "Dr. Bumbum", por ter realizado este procedimento diversas vezes, foi preso.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo