A diarista Ana Paula Oliveira, de 37 anos, postou um anúncio nas redes sociais oferecendo seus serviços como faxineira em troca de uma refeição. O anúncio foi fruto de um momento de desespero, uma vez que Ana Paula se encontra desempregada e com a despensa de casa completamente vazia. Ela, que é moradora do bairro Esplanada, na região leste de Belo Horizonte, estava completamente sem esperanças ou perspectivas de futuro.

Entretanto, a reação das pessoas ao verem o anúncio fez com que a história tomasse contornos surpreendentes: de doações a propostas de emprego, Ana Paula acabou recebendo muito mais do que esperava devido à solidariedade dos internautas.

A respeito de toda a situação, a diarista comentou ao portal Bhaz que ao postar a mensagem esperava que poucas pessoas respondessem ao anúncio oferecendo exatamente aquilo que ela pedia.

Entretanto, ela acabou sendo procurada por muitas pessoas que queriam oferecer-lhe ajuda com doações e outras pessoas que desejavam contratar os seus serviços de faxineira.

Essas não foram as únicas notícias boas que Ana Paula recebeu. De acordo com ela, um comerciante do ramo de vestuário ofereceu ajuda com roupas, de forma que ela poderia melhorar a sua apresentação em futuras entrevistas de emprego e uma designer se ofereceu para refazer o seu currículo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Mulher Opinião

Embora a maioria das pessoas tenha sido empática com a situação da diarista, como não poderia deixar de ser, algumas pessoas se mostraram pouco compreensivas com o desespero de Ana Paula. Nesse sentido, ela relatou que houve quem dissesse a ela para vender o seu celular ou mesmo para que se prostituísse.

“Feliz demais”, diz Ana Paula

Apesar de todas as dificuldades vividas por Ana Paula, ela está sempre sorrindo e, atualmente, está especialmente feliz devido a nova fase de sua vida.

No momento, a sua despensa se encontra repleta de alimentos e ela já tem faxinas agendadas no bairro Bonfim.

A respeito de empregos passados, Ana Paula relata que chegou a trabalhar em escritórios e até mesmo com telemarketing. Entretanto, depois que perdeu o seu emprego, acabou precisando “se virar” para sobreviver. Em alguns momentos, ela relata que trabalhou até mesmo como ambulante durante jogos de futebol em Belo Horizonte, pegando mercadoria de forma consignada.

Entretanto, ainda no seu primeiro dia de trabalho, ela teve a mercadoria apreendida pela prefeitura.

De acordo com Ana Paula, que possui o ensino médio completo e também formação em informática, ela não precisa de muitas coisas para conseguir viver de maneira satisfatória. Para ela, três faxinas semanais seriam suficientes para assegurar o seu sustento.

Entretanto, ela também sonha em voltar a ter um emprego fixo.

Tal emprego pode se tornar uma realidade em breve, uma vez que ela prestou concursos das prefeituras de Lagoa Santa e de Santa Luzia e conseguiu aprovação. A respeito disso, ela se mostra bastante otimista e ainda ressalta que a ideia de ter o seu próprio dinheiro a deixa muito feliz.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo