O sertanejo Wagner Pinto Prates, de 37 anos, foi morto em frente a um bar na noite desta sexta-feira(9). O crime aconteceu no bairro Pica-Pau, em Cariacica, Grande Vitória (ES), e ainda não se sabe o motivo do crime.

O sertanejo Wagner Pinto, mais conhecido como Waguinho não era somente um profissional da Música. Isso porque na parte da manhã, enquanto não estava em shows, Wagner trabalhava como pedreiro.

Segundo informações de pessoas que testemunharam o crime, Waguinho estava conversando com amigos por volta das 20h, em frente a um bar, quando se aproximou uma moto com dois indivíduos. Sem mais nem menos, o garupa sacou uma arma e atirou contra o músico.

Ainda segundo informações, Waguinho teria levantado às mãos pensando se tratar de um assalto, mas na verdade não era e o criminoso começou a atirar sem dó contra ele.

Ao levar o primeiro disparo, o músico teria perguntado: “O que é isso, cara? Por que está fazendo isso comigo?”. Para tentar se salvar, Wagner chegou a correr, mas acabou caindo morto no beco São Lázaro.

De acordo com a Polícia, Prates foi morto com cinco tiros. Agora, a Polícia Civil contará com imagens de câmeras de segurança do local para tentar identificar os assassinos.

Wagner Pinto Prates era casado e pai de três filhos. Ninguém de sua família tem ideia do que pode ter motivado o crime.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Música

Investigação

O caso agora está sendo investigado pela DHPP (Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa) do município, mas até o momento tanto os criminosos quanto a motivação do crime ainda são desconhecidos. Demais informações do caso não foram divulgadas para não atrapalhar o andamento das investigações. No entanto, a polícia pede para quem souber algum fato do crime entre em contato com o Disque-Denúncia pelo número 181.

Luto no mundo sertanejo

O crime contra Wagner é chocante. No entanto, no mês passado o mundo da música sertaneja sofreu outra perda, desta vez, devido a um grave acidente. Waldecir Molina, de 32 anos, mais conhecido como Sulla, morreu no dia 28 de julho, após sofrer um acidente na BR-262, próximo à saída para Três Lagoas.

De acordo com informações de seu pai, Sulla era baixista do grupo Zíngaro e voltava de um show realizado em Campo Grande quando sofreu o acidente.

No momento do acidente, o baixista conduzia uma Honda Biz, e tinha como destino a cidade de Natal.

Após o crime, a Polícia Rodoviária Federal (PRF), suspeita que o sertanejo tenha dormido ao volante, e, assim perdido o controle da motocicleta, batendo assim no guard-rail da rodovia. Embora o acidente tenha ocorrido pela manhã, a pericia só compareceu ao local 11 horas após a morte de Waldecir. Agora, o caso está sendo esclarecido sobre o comando do delegado Enilton Zalla.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo