O cantor Bruno Rayone Douglas Carvalho de Souza faleceu no último sábado (17), em decorrência de um acidente de moto, sofrido em Barra do Garças, cidade localizada a 516 quilômetros de Cuiabá, capital do Mato Grosso. O sertanejo, de apenas 26 anos, dirigia uma motocicleta quando se chocou contra um caminhão, de acordo com informações fornecidas pela polícia.

O acidente que vitimou Bruno aconteceu durante a tarde de sábado, na rua Coxipó, nas proximidades da avenida Araguaia, localizada no bairro Jardim Araguaia Dois.

O cantor chegou a receber atendimento referente ao socorro e, posteriormente, foi encaminhado pelo Corpo de Bombeiros para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Entretanto, devido à extensão dos ferimentos provocados pelo acidente, Bruno acabou não resistindo e falecendo.

No que tange ao outro motorista envolvido no acidente, é possível afirmar que era um homem de 54 anos. O condutor do caminhão relatou à polícia que quando tudo aconteceu, estava na avenida Araguaia. Ao chegar com o seu veículo no ponto de convergência entre a avenida e a rua Coxipó, o acidente aconteceu e a moto acabou ficando embaixo do caminhão.

O motorista do caminhão ficou no local em que o acidente aconteceu até que os socorristas chegassem. Posteriormente, ele se dirigiu à central de atendimento da Polícia Militar para prestar os devidos esclarecimentos acerca da fatalidade. Atualmente, entretanto, o acidente sofrido por Bruno está sendo apurado pela Polícia Civil.

O cantor era natural da cidade de Colinas, localizada no estado de Tocantins. Não era casado e vivia em Barra do Garças. No local em que vivia, Bruno fazia alguns covers de músicas sertanejas conhecidas do grande público em casas noturnas. Ele também tocava em bares e outros estabelecimentos do tipo localizados na região em que vivia.

Não portava documentos

Na ocasião do acidente, Bruno não estava de posse dos seus documentos. Desse modo, o cantor sertanejo não pôde ser imediatamente identificado pelas primeiras autoridades a chegarem ao local do acidente. Foi necessário buscar outras maneiras de conseguir apurar a identidade do acidentado.

Nesse sentido, é possível afirmar que a moto dirigida por Bruno foi o principal ponto de partida para conseguir a identificação do cantor.

As autoridades procuraram por mais informações acerca do veículo e perceberam que ele estava no nome de uma mulher. A motocicleta era uma Honda Pop 100.

A partir disso, foi feito o contato com a proprietária, que foi identificada como a ex-mulher de Bruno. Ela, então, precisou fazer a identificação do corpo do cantor sertanejo.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!