Três suspeitos foram mortos na noite deste domingo (18), na Vila Alzira, em Santo André, no ABC Paulista, após troca de tiros com policiais militares da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) durante assalto com refém a uma residência.

Segundo informações passadas pela Polícia Militar, durante patrulhamento de rotina feito na rua Aníbal Freire, os PMs foram acionados por vizinhos, que informaram sobre o assalto que estava em andamento.

Os policiais entraram no imóvel, houve troca de tiros e três homens, um de 41 anos, um de 35 e outro que não teve a identidade revelada, foram mortos no tiroteio.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou a ser acionado, mas quando a ambulância chegou ao local, todos os três já estavam sem vida. Com os mortos foram encontradas uma pistola 380, revólver calibre 38 e uma arma calibre 12.

Um morador da casa, de 69 anos, disse que foi amordaçado e ameaçado pelos bandidos, que invadiram a residência e o trancaram em um dos cômodos enquanto o trio revirava o resto da casa em busca de joias, dinheiro e separavam aparelhos eletrônicos. A vítima, apesar dos momentos pavorosos, não sofreu ferimentos.

Ainda segundo a polícia, mais cedo um grupo havia invadido outra casa na mesma rua e feito um adolescente refém.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Ele reconheceu um dos suspeitos mortos. A polícia fez buscas na região atrás de outros homens que participaram do assalto e teriam fugido. Um helicóptero foi usado para dar apoio à operação.

O caso foi registrado no 6° DP de Santo André como mortes decorrentes de oposição à intervenção policial. As investigações irão apurar se eles participaram de outros assaltos na região.

Homem é morto após assalto em república

Um homem de 30 anos foi morto na madrugada desta segunda-feira (19) durante um assalto ocorrido em uma república de estudante na zona oeste de São Paulo.

De acordo com informações passadas pela Polícia Militar, a vítima, que não foi identificada, levou um tiro na cabeça e outras pessoas que estavam no local ficaram feridas.

Dois homens e uma mulher, suspeitos de participação no crime, foram detidos por policiais. O latrocínio, roubo seguido de morte, ocorreu na rua Jonas Herculano Aquino, no bairro Butantã, por volta das 4h30. O carro da vítima, um Hyundai HB 20, foi encontrado abandonado na rua Rafik El Takashi e foi levado para a delegacia que investiga o caso.

O delegado Lupércio Dimov, titular do 51º Distrito Policial, disse que ainda não tem o nome da vítima e que ao menos outras 15 pessoas ficaram feriadas na ação dos bandidos. Ele disse ainda que está sendo apurado a gravidade dos ferimentos e se todas as pessoas que estavam lá eram estudantes ou não.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo