Nesta sexta-feira (9), completaram-se dois meses do assassinato do ator Rafael Miguel e de seus pais, ocorrido na zona sul de São Paulo. O suspeito do crime, Paulo Cupertino, ainda está foragido. Em um texto publicado nas redes sociais, Isabela Tibcherani, namorada de Rafael e filha de Paulo, fala como tem sido os dias após a tragédia, cobra maior eficácia das autoridades na busca pelo acusado e reclama das cobranças externas que ela e os familiares de Rafael tem sofrido.

“Completam-se 2 meses do pior dia das nossas vidas”, escreveu a adolescente, lembrando a data de 9 de junho no texto. Esta é a única maneira pela qual ela tem se comunicado com o público, uma vez que tem evitado conceder entrevistas.

Ela segue seu relato reclamando que as autoridades não têm dado a devida atenção para o caso. “Como esperado, permanecemos sem respostas”, relatou a estudante. “Esperamos, sim, uma ação mais eficaz da justiça para nos trazer respostas e resolução”, seguiu.

A estudante encerra se queixando das cobranças que ela e a família de Rafael vem sofrendo para revelar o paradeiro do assassínio, que ela se referiu apenas como “indivíduo”, a qual considerou injustas. “Nós não temos as respostas. Se tivéssemos, claramente, teríamos feito algo a respeito”, concluiu.

Nas redes sociais, onde tem evitado usar o sobrenome de seu pai – Matias –, Isabela postou a foto de uma tatuagem que fez em homenagem ao namorado, onde está escrito “Together, always” (Sempre juntos, na tradução livre para o português).

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Buscas por mais de 60 endereços

Em dois meses de buscas a Paulo Cupertino, que está foragido desde o dia do crime, já foram vasculhados mais de 60 endereços em seis estados. Além disso, como existe a possibilidade de Paulo ter saído do Brasil, já foi pedida a inclusão de seu nome na lista de criminosos da Interpol.

A Polícia também divulgou fotos com possíveis disfarces que ele possa estar usando e pediu que a única conta bancária em seu nome fosse bloqueada.

A intenção é que a partir do momento que não possa mais movimentar sua conta bancária para se esconder, Paulo opte por se entregar. As autoridades investigam também se ele pode estar recebendo ajuda de outras pessoas.

O 98º Distrito Policial (DP), no Jardim Miriam, é quem está à frente das investigações e depoimentos de testemunhas já foram recolhidos. A polícia pede para quem tiver informações sobre o paradeiro do foragido que entre em contato através do disque-denúncia.

Irmã do ator acredita que ele será preso

Em contato por telefone com o portal G1, Camila Miguel, irmã do ator, disse que cedo ou tarde a Justiça irá prevalecer. “Eu sei que algum momento vai acontecer”, disse.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo