Nesta última quarta-feira (2), momentos antes da equipe RPC entrar no ar com o programa "Meio-Dia Paraná" aconteceu uma situação bastante inusitada. Antes que a equipe realizasse uma entrada ao vivo no programa, que vai ao ar em Foz do Iguaçu, no Paraná, um homem que era suspeito de ter roubado o celular de uma mulher momentos antes acabou sendo preso por um capitão da Polícia Militar que estava no local, onde aconteceria uma entrevista para a equipe de televisão.

Antes que pudessem entrar ao vivo com o capitão, o policial foi ao encontro do homem que tinha acabado de realizar um furto e o interceptou.

O momento todo foi registrado pela equipe que iria entrevistar o capitão.

Prisão em momento inusitado

A reportagem do programa estava no momento na avenida Jorge Schimmelpfeng, que é conhecida como uma das principais ruas turísticas da cidade. O momento acontecia logo a frente do Colégio da Polícia Militar Bartolomeu Mitre. O objetivo da entrevista era falar a respeito do período de inscrições para o colégio. A reportagem falaria a respeito do fim das inscrições para entrar no colégio e contava com a presença do sub-comandante do colégio, Capitão Gonçalves, que iria conceder a entrevista antes do momento inusitado acontecer.

Poucos momentos antes da hora em que a entrevista entraria ao vivo com o capitão, uma mulher gritou próximo ao local que havia tido seu celular roubado por um homem que passava de bicicleta na mesma avenida da entrevista. Em seguida o suspeito passou próximo ao local em que a reportagem estava acontecendo. Imediatamente após ouvir os gritos da mulher a respeito do roubo o capitão saiu do local e correu para tentar pegar o suspeito do crime.

A equipe do RPC, que já estava preparada para entrar ao vivo com a entrevista, registrou o momento em que o militar perseguia o homem. Após conseguir alcançar o homem e realizar sua prisão, o PM o segurou até o momento em que chegaram mais policiais no local para realizar a prisão do suspeito. Em seguida, o homem foi algemado e encaminhado para uma delegacia.

O registro do momento em que o PM perseguia o homem que havia roubado o celular na avenida foi feito pelo repórter Renan Gouveia e também pelo repórter cinematográfico William Brisida.

Após realizar a prisão do homem, o policial ainda declarou que apesar dele estar atuando no momento na área do ensino, ele acredita que não pode deixar de realizar a função principal de um policial, que é preservar pela segurança pública, e que ele é policial em todos os momentos do seu dia. Ainda durante a entrevista do PM, uma telespectadora do programa "Meio-Dia Paraná" foi ao local e declarou que a bicicleta que estava com o homem era dela. Ela contou que a bicicleta havia sido roubada de sua residência na última segunda-feira (30) e foi reconhecida por ela por ter uma bolsa característica embaixo do banco.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!