Na última segunda-feira (30), uma família formada por um pai, uma mãe e uma filha, foi assassinada na saída da festa de aniversário da criança, que estava comemorando o seu primeiro ano de vida. O crime em questão aconteceu na zona norte de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Na ocasião em que a família foi morta, eles se encontravam dentro do carro e deixavam o local da festa. Nesse momento, os disparos contra o veículo foram efetuados.

Estima-se que cerca de 40 tiros tenham atingido o carro da família.

Até o presente momento, foram presos cinco suspeitos do crime. Entretanto, um dos envolvidos na ocorrência ainda está foragido.

Por meio de um áudio obtido pelas autoridades responsáveis pela investigação do crime, foi possível ouvir o momento em que a família foi executada. O arquivo em questão foi veiculado com exclusividade pelo programa "Cidade Alerta", exibido pela Record TV.

Na gravação em questão é possível escutar o pai, Douglas Araújo, pedindo calma aos bandidos enquanto eles começavam a abrir fogo contra o veículo. Durante a gravação, também é possível escutar os executores da família ordenando que o homem deixasse o carro em que estava.

Áudios revelam detalhes

Por meio das gravações realizadas pelos responsáveis pelo crime, também foi possível descobrir que os criminosos estavam seguindo Douglas.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Relacionamento

Nesse sentido, é possível destacar que os bandidos chegaram a afirmar que a festa de aniversário aconteceria e que sabiam a localização do salão de festas, de modo que poderiam encontrar o homem no local.

Entretanto, um dos envolvidos no crime argumenta que eles não poderiam simplesmente invadir o salão, visto que diversas crianças estariam no local e poderiam se tornar vítimas dos disparos. O criminoso em questão ainda destaca que devido à arma que seria utilizada para a execução, um simples tiro seria o suficiente para vitimar até três crianças presentes na festa.

De acordo com informações veiculadas pelo "Cidade Alerta", a motivação para o crime está relacionada ao tráfico de drogas. Douglas teria algumas desavenças com os bandidos responsáveis pela execução de sua família.

Até o presente momento, foram presos pelo crime Nicolas Teixeira da Rocha, de 23 anos, conhecido pelo nome de Ovelha, Maicon Azevedo da Silva, de 23 anos, Renan Brageli de Oliveira, de 21 anos, Emerson Alex dos Santos Vieira, de 29 anos, e Anderson Boeira Barreto, conhecido pelo apelido de Boquinha.

Segundo a Polícia, todos os homens presos pela ocorrência já possuíam antecedentes criminais e estavam ligados ao tráfico de drogas na Região Metropolitana de Porto Alegre.

De acordo com Cassiano Cabral, o delegado responsável pela investigação do crime, Douglas possuía certa influência no tráfico de drogas da região. Além disso, ele possuía participação em alguns homicídios e, devido a isso, tinha a "cabeça a prêmio" pela facção rival.

O inquérito relativo à morte da família foi concluído pela polícia e os criminosos presos foram indiciados por homicídio triplamente qualificado.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo