Um homem de aparentemente 30 anos morreu após assaltar um ônibus e passar mal ao ser detido pela Polícia. O caso aconteceu na noite da última segunda-feira (30), em São Vicente, no litoral de São Paulo.

De acordo com informações passadas por testemunhas, o suspeito, munido com cacos de vidro, invadiu o coletivo que fazia a Linha 6, anunciou o assalto e passou a ameaçar os passageiros. O ônibus seguiu viagem até que no cruzamento da avenida Galeão Coutinho com a rua Dom Duarte da Costa, no bairro Jóquei Clube, o motorista desceu do veículo e correu até uma viatura da polícia que estava parada no cruzamento e avisou sobre o crime que estava em andamento.

Os policiais então tentaram dialogar com o suspeito, que atirou os cacos de vidro no assoalho e se abraçou à roleta do coletivo, recusando-se a sair. Sem conseguir convencer o suspeito a descer, os policiais fizeram uso da força para retirá-lo do veículo, jogá-lo no chão e algemá-lo, momento em que o homem começou a se sentir mal e ter convulsões.

Ele recebeu os primeiros socorros pelos próprios militares, que retiraram as algemas e fizeram massagem cardíaca.

Posteriormente, ele foi encaminhado ao Hospital Municipal de São Vicente, onde acabou morrendo. Seu corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Santos.

O caso foi registrado como sendo morte suspeita e foram solicitados à perícia exames para determinar o que levou o suspeito à morte. Além dos cacos de vidro, o suspeito também portava um óculos de grau, uma cartela do anti-inflamatório diclofenaco, um caderno, dois isqueiros e um cachimbo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Criança é atropelada por ônibus em Mongaguá

Na tarde desta quarta-feira (2), no bairro Jussara, em Mongaguá, no litoral sul de SP, um menino de 11 anos ficou ferido após ser atropelado por um ônibus. O acidente só não foi pior devido a uma manobra feita pelo motorista de 65 anos, que passou mal e também precisou de atendimento médico.

De acordo com informações passadas por testemunhas, o veículo trafegava na altura do número 2.080 da avenida Jussara, quando o menino de bicicleta surgiu repentinamente de uma viela e cruzou a via.

Ainda de acordo com as testemunhas, o motorista ainda fez uma manobra para evitar que o acidente fosse mais grave.

O garoto foi levado para uma Unidade de Pronto Atendimento com escoriações no cotovelo e no joelho, além de se queixar de dores na cabeça e costas. Ele foi levado para o Hospital Municipal Dra. Adoniran Correa Campos, onde permanece em observação e seu quadro é considerado estável. Ele realizou exames e aguarda os resultados para passar por novas avaliações.

Por conta do estresse, o motorista apresentou um quadro de hipertensão. Ele também foi encaminhado para a UPA, onde recebeu atendimento e foi liberado após ficar de repouso.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo