O meme da caneta azul, além de cair no gosto popular e gerar várias montagens na internet, agora invadiu o cardápio de uma hamburgueria de Sorocaba, no interior de São Paulo. O lanche tem algumas tonalidades na cor mais comentada do momento.

Estevão Milani, dono do comércio localizado na Vila Jardini, disse que a ideia inicial era fazer um lanche artesanal com algumas cores em azul por conta do Novembro Azul, campanha do Ministério da Saúde para prevenção do câncer de próstata --no mês passado ele já havia criado um lanche em referência ao Outubro Ros- -, mas que decidiu também apostar na onda do momento e homenagear o meme.

“Nós já havíamos criado o hambúrguer rosa em comemoração ao Outubro Rosa”, disse.

A novidade da casa é feita de cebola azul, dois hambúrgueres artesanais de frango azuis, "molho azul", queijo e bacon, estes dois últimos ingredientes em suas cores originais. Além disso ele vem com uma caneta, evidentemente azul, de brinde.

Segundo Milani, o pão na cor azul é encomendado de um fornecedor e os demais ingredientes produzidos no próprio estabelecimento.

"Usamos corante alimentício para produzir o hambúrguer e o molho", disse o proprietário, afirmando que o sabor do alimento não se altera.

A novidade custa R$ 25 e de acordo com Milani a procura pelo lanche tem sido grande. "Nossas redes sociais também bombaram e a repercussão foi grande", falou.

Além do hambúrger, também há um bolo inspirado no meme, que leva várias canetas e custa R$ 60 o quilo.

Caneta azul

O vídeo postado pelo vigilante maranhense Manoel Gomes, de 49 anos, que narra a perda da tal caneta azul, viralizou rapidamente nas redes sociais e um vídeo do YouTube já bateu a marca de cinco milhões de visualizações.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Música

A canção se espalhou também por conta de alguns artistas famosos cantarem alguns de seus versos durante seus shows.

O autor da Música conta que ela foi inspirada em uma situação real, a qual ia para o colégio perdia canetas e não conseguia encontrá-la. "Eu não achei e, no outro dia, fiz a música", disse o compositor à TV Mirante, emissora afiliada à Rede Globo. Segundo ele, o objeto que o inspirou a fazer a letra nunca foi encontrado.

No último dia 28 ele compareceu até um cartório em Balsas, no Maranhão, para fazer o registro autoral da música. Manoel conta que escreve músicas desde os 15 anos de idade e que logo todas estarão registradas e promete mais canções.

"Como que pode uma música tão simples estourar desse jeito?", disse o cantor Tiago Brava, que no final do mês passado fez um show em Tocantins para 15 mil pessoas e que contou com a participação de Manoel.

"Sucesso está nas coisas simples e a gente querendo dificultar", falou.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo