O ex-piloto de Stock Car, Christiano Chiaradia Alcoba Rocha, conhecido no meio automobilístico como Tuka Rocha, é uma das nove pessoas que sobreviveram a uma queda seguida de incêndio de um avião, ocorrida na tarde desta quinta-feira (14), em um resort, na Bahia e que deixou uma mulher morta. Com 80% do corpo queimado, ele foi transferido para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador.

Segundo informações passadas pela assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Salvador, Tuka teve lesões nas mãos e rosto, além de ferimentos provocados por inalação de fumaça, o que provocou sua entubação e na madrugada desta sexta-feira (15), foi submetido a uma bem-sucedida cirurgia para a limpeza das queimaduras.

A assessoria de imprensa do ex-piloto informou que as queimaduras foram superficiais, o que ajuda muito na recuperação. A preocupação agora passa a ser com a questão respiratória, uma vez que o piloto inalou muita fumaça antes de ser resgatado da aeronave em chamas. “Agora, temos 72h para que a inalação dos pulmões comece um processo de reação”, disse.

O acidente

A aeronave, um bimotor Cessna C550, fabricado em 1981, havia decolado por volta das 11 horas do aeroporto de Jundiaí com destino à cidade baiana de Maraú.

De acordo com informações da Força Aérea e Brasileira e da Voe SP, empresa que administra o terminal de onde o aparelho levantou vôo, não foi reportada nenhuma anormalidade por parte da equipe técnica. As causas do acidente ainda estão sendo investigadas.

A vítima fatal é a jornalista Marcela Brandão Elias, que teve o corpo carbonizado. Ela é irmã Maysa Marques Mussi, que é casada com Eduardo Mussi, que por sua vez é irmão do deputado licenciado Guilherme Mussi. O casal também estava na aeronave e seguem internados.

O filho de Marcela, um menino de seis anos, e seu marido, Eduardo Trajano Telles Elias, também estão internados.

Além deles e de Tuka, também sobreviveram ao acidente Fernando Oliveira Silva, Marrie Cavelan, Marcelo Constantino, e o piloto Aires Napoleão.

Piloto escapou de incêndio durante corrida

Tuka Rocha havia passado por outro acidente com fogo logo em sua temporada de estreia na Stock Car, em 2001. Logo na segunda volta da etapa disputada no Rio de Janeiro, o carro do piloto começou a pegar fogo e com o veículo ainda em movimento e sem conseguir enxergar nada, ele saltou para se salvar.

Na época ele contou que quase chegou a desmaiar e por conta da faça não conseguia ver onde estava o pedal do freio e por isso decidiu saltar e sair rolando. O piloto não chegou a sofrer queimaduras, mas teve uma lesão no pulmão por conta da queda.

O piloto está fora da categoria desde meados do ano passado, quando perdeu seu principal patrocinador.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo