Uma carta contendo um desenho no qual aparece uma menina amordaçada foi a forma como uma menina de 10 anos de idade encontrou para poder denunciar que havia sido abusada.

O caso aconteceu em Juazeiro do Norte, no interior do Ceará. O suspeito de ter cometido o crime contra a menina é um homem de 79 anos de idade, apontado como sendo tio da menina. Ele será julgado ainda neste mês por estupro de vulnerável.

Na carta, que foi enviada à Polícia, a menina descrevia o que aconteceu com ela e pedia socorro. Ao descrever no texto o que havia acontecido, a menina declarou que só foi descobrir que estava sendo abusada pelo homem depois de ter pesquisado na internet a respeito do assunto.

No texto, a criança conta que depois que pesquisou na internet, começou a descobrir o que era isso que o homem fazia com ela. A menina conta que foi abusada pelo tio durante dois anos e que levou mais de um mês para poder conseguir contar para sua mãe o que estava acontecendo.

Relato perturbador de abuso

Além de ter escrito um texto com os detalhes do abuso que sofreu, a menina ainda fez desenhos ao longo da carta para poder representar os abusos sofridos por ela.

Em uma das imagens desenhadas pela menina, aparece uma garotinha amordaçada, que está sendo impedida de falar. Em seguida, a imagem é acompanhada de algumas palavras como, por exemplo, “demônio”, “feia” e “psicopata”.

Em uma outra parte do desenho feito pela menina, ela também fez uma pessoa sorrindo, e junto a este desenho as palavras que foram encontradas como “meiga”, “maravilhosa” e “fofa”.

No relato, a menina conta ainda que tentou por diversas vezes fugir dos abusos cometidos pelo homem, mas que não conseguia. Depois de passar anos sofrendo com a violência do seu abusador, ela finalmente conseguiu contar para a mãe o que vinha passando ao longo do tempo e que estava sendo violentada pelo tio.

Na carta, a menina conta que o homem ia para cima dela e passava a mão pelo seu corpo.

Ela tentava evitar que isso acontecesse, mas não conseguia.

A mãe da menina declarou que o acusado dos abusos também havia feito o mesmo com ela quando criança. Ela então começou a desconfiar de que algo estava errado no comportamento da filha em março deste ano, e que depois disso ela procurou pela polícia para denunciar o abusador.

A mãe da menina conta que havia revelado para ela o que estava acontecendo e que agora espera que o homem seja condenado pelo que fez e pague pelo seu crime na cadeia.

Após a denúncia contra o homem, outras vítimas acabaram sendo encorajadas por ela a fazer o mesmo.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!