O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que foi solto em 8 de novembro, foi visto jogando Futebol com grandes personalidades políticas e artísticas. Jogaram com o ex-presidente o ex-prefeito de São Paulo e ex-candidato à Presidência Fernando Haddad, o músico chico Buarque, João Pedro Stédile, dirigente nacional do MST, e o ex-ministro das Relações Exteriores Celso Amorim.

A partida de futebol aconteceu no domingo (22), no interior de São Paulo, no campo da Escola Nacional Florestan Fernandes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

A equipe "Amigos de Chico e Lula" estava vestida de cinza, e a equipe "Amigos do MST", de vermelho e branco.

O time de Lula tinha políticos como Fernando Haddad e o ex-ministro das Relações Exteriores Celso Amorim. E do outro lado, João Pedro Stédile liderava o time dos "Amigos do MST". Esta equipe foi composta não só de homens, mas também mulheres. O jogo foi rápido e logo nos primeiros dez minutos aconteceu um pênalti para o time de Lula e Chico.

Antes do gol, Lula já tinha falado que precisava fazer um gol, então foi ele que bateu o pênalti, deixando o jogo empatado em 1-1, pois, o time oposto já tinha feito um gol.

Lula não ficou até o término do jogo e já nos dezesseis minutos de partida ele saiu e foi para arquibancada prestigiar o futebol. O jogo terminou com o placar de 2-1 para o time de Lula, com o gol de Chico Buarque, para fechar com chave de ouro. E nos últimos momentos, Lula percorreu a arquibancada, dando beijos, abraços e autógrafos para seus fãs e admiradores.

Curiosidades da partida

O ex- presidente jogou com a camisa 13, do "Doutor Sócrates", em homenagem a um grande jogador da história do futebol brasileiro.

Antes de começar o jogo, o cantor Chico Buarque fez uma brincadeira para descontrair o momento, falando para o zagueiro do MST para deixar Lula livre, e depois Lula também caiu na brincadeira falando a mesma coisa que Chico para o goleiro, deixando os jogadores mais descontraídos.

Também estava lá, mas sentada na arquibancada, Vânia de Oliveira, de 39 anos, que disse que teria ido para prestigiar Lula e Chico.

"Vim para prestigiar Chico e Lula, agora em liberdade", disse.

Muitos cartazes dominavam o campo com a expressão "Lula Livre", e tinha muitos fãs de Chico Buarque que também estavam lá e gritavam "Chico, Chico, Chico". E alguns fãs aproveitaram para pedir autógrafos, segurando o livro do escritor.

Lula solto

Depois da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) mudar a regra da prisão após condenação em segunda estância, o ex-presidente saiu da prisão de Curitiba e recebeu o aglomerado de pessoas comemorando a sua soltura e carregando cartazes com a frase "Lula Livre".

Em discurso realizado logo após a soltura, Lula fez críticas à Lava Jato, Bolsonaro e o Judiciário.

"O lado podre da justiça, o lado podre do Ministério Público, o lado podre da Polícia Federal e o lado podre da Receita Federal trabalharam para tentar criminalizar a esquerda, criminalizar o PT, criminalizar o Lula", disse o ex-presidente durante o discurso.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Lula
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!