Na última segunda-feira (9), o ex-secretário de Administração e de Finanças da cidade de Ibiam, localizada em Santa Catarina, foi condenado na Justiça por improbidade administrativa. O motivo para a condenação está ligado ao fato de que o ex-secretário fez uso de um veículo da prefeitura da cidade para ir a um motel.

O caso citado aconteceu ainda no ano de 2015 e a decisão saiu somente na segunda-feira destacada. De acordo com o portal G1, que tentou contato com o advogado do réu, nenhuma declaração da defesa foi dada.

A denúncia do ex-secretário foi feita pelo Ministério Público de Santa Cataria (MPSC).

Durante o processo, o homem chegou a negar que tenha ido ao motel com o carro da prefeitura.

Entretanto, ele acabou sendo condenado pela ação e precisará pagar o valor referente a cinco salários recebidos por ele durante o seu tempo como secretário no ano em que o fato ocorreu. O valor passará pelas devidas correções monetárias e o ex-secretário perdeu os seus direitos políticos pelo período de três anos após a sentença.

De acordo com informações do G1, a improbidade administrativa foi descoberta durante uma investigação ligada à Operação Resposta Certa, realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco).

O grupo foi responsável pela apuração das suspeitas ligadas a um esquema de fraude de concursos públicos.

A partir do início dessa operação, algumas ligações de pessoas da prefeitura foram interceptadas.

Ligações interceptadas

A partir das ligações citadas, foi possível encontrar o ex-secretário de Administração de Finanças conversando com uma funcionária da prefeitura. Na ocasião, os dois combinaram de se encontrar em Tangará, cidade localizada a cerca de 14 quilômetros de Ibiam.

O telefonema citado aconteceu no dia 29 de julho de 2015.

Em um determinado ponto da conversa entre os dois, o ex-secretário destacou que usaria um veículo da prefeitura para chegar ao motel em que o encontro foi marcado.

Ainda no telefonema, o homem citou dois carros diferentes e a funcionária acabou escolhendo um Chevrolet Vectra para o encontro, destacando que o carro não contava com identificações ligadas ao local de trabalho dos dois e possuía vidros mais escuros.

Ao fim da conversa, o ex-secretário ainda citou alguns detalhes relativos ao encontro dos dois. É válido destacar que tanto o Vectra usado para a ida ao motel, quanto o VW Gol citado durante o diálogo, pertencem à prefeitura de Ibiam.

Essa não foi a única conversa interceptada. Ainda no dia 1º de agosto de 2015, data que caiu em um sábado, o ex-secretário voltou a utilizar carros da prefeitura em ocasiões de cunho particular.

Novamente conversando com a mesma funcionária da prefeitura, ele citou que estava com o Gol comentado na primeira ligação na cidade de Tangará. Novamente, eles combinaram de se encontrar e o homem afirmava que não conseguiu utilizar o Vectra nesse novo encontro.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!