A semelhança entre duas gatas que estiveram no mesmo dia em uma clínica veterinária causou uma pequena confusão em Sorocaba, interior de São Paulo, no último dia 2. Isso porque ao ir buscar seu bicho de estimação, uma mulher acabou recebendo o felino errado e por pouco não foi atacada por ele.

A confusão começou quando Andréa Moreira Saroba foi buscar sua gata Floquinha, que havia deixado na clínica para ser castrada. Ao receber o pet, que estava dentro de uma caixa, ela até notou que a gata estava um pouco diferente, mas creditou isso ao fato do animal ter passado por uma cirurgia.

“Na hora, achei que estivesse inchada por conta da cirurgia”, conta a mulher, que percebeu que a felina estava um pouco mais “gordinha”.

Andréa deixou a gata em um quarto da casa e foi para a igreja. Ao retornar seu marido comentou que o felino estava com um comportamento estranho. “Fui tentar pegá-la e quase tentou me atacar”, lembra.

Foi então que ela recebeu uma mensagem de áudio da clínica veterinária informando que aquela não era Floquinha e sim outra gata que também havia passado pela clínica.

De acordo com a veterinária, o engano foi percebido pela dona da outra gata, que entrou em contato com a clínica para desfazer o mal-entendido.

A própria dona da outra gata foi até a casa de Andréa para pegar seu bicho de estimação e devolver Floquinha para seu lar. “Tudo acabou bem e estamos muito aliviados”, disse a tutora da gata, que pede mais atenção para que isso não volte a ocorrer.

Homem atira gatos pela janela do carro

Câmeras de segurança registram o momento em que um homem atirou da janela de seu veículo dois gatos. O caso ocorreu na rua Doutor Márcio Leis, Vila Juquiá, em São Roque, no interior de São Paulo, e a polícia conseguiu chegar até o responsável pelo abandono dos felinos através da placa de veículo, que foi captada pelas imagens, que foram enviadas para a redação da TV Tem, afiliada da Rede Globo na região, no último sábado (7).

As imagens mostraram o homem de 26 anos chegando com seu Fiat Uno. Ele primeiro atira um dos gatos pela janela e logo em seguida arremessa o segundo. Um morador que passa pela rua presencia o ato de maus-tratos. O motorista ainda passa pela via, mas vai embora.

Na delegacia, o rapaz disse que praticou o ato em um momento de desespero, uma vez que não conseguiu doar os Animais e que estava arrependido do que fez. Ele disse ainda que possui outros bichos de estimação e que não poderia ficar com os gatos. Ele responderá em liberdade pelo crime de maus-tratos.

Os animais foram levados para um gatil da cidade onde receberão alimentação, cuidados e ficarão em um período em observação para que posteriormente possam ser adotados.

Siga a página Animais
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!