Foi encontrado na noite desta segunda-feira (13), em uma área rural, o corpo da menina Emanuelle Pestana de Castro, de 8 anos. Ela havia desaparecido na última sexta-feira (10), enquanto brincava em uma praça em Chavantes, na região de Bauru, interior de São Paulo. O motivo do crime teria sido vingança contra a mãe da criança.

Segundo informações passadas pela Polícia, a localização do corpo da menina se deu após Agnaldo Guilherme Assunção, de 49 anos, que é vizinho da família da vítima, confessar que matou a vítima a facadas e informar onde enterrou o corpo.

Por volta das 23h, policiais civis, militares e uma equipe da perícia técnica foram até o local indicado e encontraram o cadáver da menina em uma área de mata na Fazenda Santana Nova, ao lado de um córrego.

O local era de difícil acesso e foi preciso a ajuda de um trator para poder retirar o corpo. De acordo com a polícia, foram três facadas no peito e uma nas costas.

Inicialmente, o vizinho negava saber qualquer informação sobre o paradeiro de Emanuelle, mas posteriormente acabou confessando à polícia a autoria do crime. Ele foi preso em flagrante e segue à disposição da Justiça. O suspeito será indiciado por homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

O corpo da menina foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). Exames irão determinar a causa real da morte e também se ela foi abusada sexualmente.

Imagens mostraram Emanuelle pela última vez

As últimas imagens da menina Emanuelle foram registradas por uma câmera de segurança na tarde da última sexta-feira (10), pouco antes de seu desaparecimento.

A gravação registrou o momento em que ela vai em direção a uma praça.

Por volta das 17h ela foi vista pela última vez, quando a amiga que a acompanhava foi embora. Após isso sua mãe foi até lá, mas não encontrou a filha. A polícia foi acionada e desde então se iniciaram as buscas que e envolveu familiares, vizinhos, voluntários policiais e o canil.

Nas imagens das câmeras de segurança foi notado que Agnaldo aparece duas vezes e com roupas diferentes. Em uma delas ele está a pé e veste camiseta branca. Já na outra ele está de bicicleta e vestindo uma camiseta preta. O fato acabou chamando a atenção dos policiais.

Emanuelle foi morta por vingança

Na delegacia, Agnaldo Guilherme Assunção teria confessado que matou a menina Emanuelle por vingança contra a mãe da vítima. A motivação seria uma briga pelo fato da mulher não deixar a filha brincar com seu enteado.

Em seu depoimento, ele relatou que levou a menina de bicicleta para a mata onde colheriam mangas para presentear a sua mãe, mas acabou a assassinando no local. Revoltados, os populares queriam linchar o suspeito.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!