No último domingo (12), uma grande confusão tomou conta das ruas de Copacabana após o Bloco da Favorita. Dessa forma, algumas vítimas acabaram sendo feitas durante todo o tumulto.

Entre essas vítimas é possível destacar Ana Paula Evangelista, musa da Unidos da Tijuca, escola de samba do Rio de Janeiro. Devido ao fato, Ana Paula está com o braço imobilizado e não possui previsão de quando será possível retirar o gesso.

A musa da Unidos da Tijuca não estava envolvida diretamente com o evento que gerou toda a confusão.

De acordo com informações fornecidas pela coluna de Leo Dias, do portal UOL, Ana Paula estava indo para uma festa que aconteceria no hotel Copacabana Palace, que fica em frente ao local em que o Bloco da Favorita aconteceu.

Devido à correria ocasionada após a intervenção da Guarda Municipal, que fez uso de gás lacrimogêneo para conseguir dispersar as pessoas que ainda estavam na areia, Ana Paula precisou pular uma grade do hotel para conseguir fugir de toda a confusão causada pela ação das autoridades.

Nessa ocasião, ela acabou quebrando o pulso.

Ainda de acordo com as informações de Leo Dias, a assessoria da musa do Carnaval foi procurada para comentar o assunto. Na ocasião, foi assegurado que isso não atrapalhará todos os preparativos para o desfile, visto que o atendimento ocorreu de forma rápida. Entretanto, durante esse contato, foi informado que Ana Paula Evangelista ficou bastante assustada com tudo o que aconteceu durante a noite de domingo em Copacabana.

Tristeza por evento terminar em tragédia

A própria musa da Unidos da Tijuca acabou dando uma entrevista a Leo Dias sobre o assunto e comentou que ficou bastante triste ao chegar no Brasil e ver uma festa que abre um evento tão grandioso quanto o Carnaval do país terminando dessa forma trágica.

Ainda durante o contato, Ana Paula afirmou que estará completamente recuperada até a data do desfile, mas que se sente traumatizada e que sempre se lembrará do pânico gerado por toda a situação.

A musa ainda afirmou que espera que isso nunca mais aconteça em uma festa como o Carnaval.

Na sequência, ela ainda aproveitou para comentar que a festa é um verdadeiro cartão-postal para o Brasil, assim como Rio de Janeiro também é, e deveria existir mais segurança na cidade, até mesmo para assegurar que os turistas possam ser bem recebidos e que o Carnaval possa ser aproveitado por todos sem medo.

Também durante a sua fala, Ana Paula afirmou que algo precisa ser feito, visto que a situação nas ruas de Copacabana foi de uma violência inacreditável e é necessário que o povo volte a pedir paz e amor.

Não perca a nossa página no Facebook!