O presidente Jair Bolsonaro realizou uma live na noite desta quinta-feira (27), na qual passou 34 minutos conversando com seu eleitorado. No entanto, a maior parte do tempo, Bolsonaro decidiu realizar críticas à imprensa e aos jornalistas, mostrando-se contrariando com reportagens sobre seu Governo. O presidente ainda acusou a jornalista Vera Magalhães, do jornal O Estado de S.Paulo, de ter mentido.

Na terça-feira (26), Vera havia ressaltado que o presidente repassou um vídeo polêmico em seu WhatsApp sobre a convocação para atos contra o Congresso e o Supremo Tribunal Federal. De acordo com as palavras de Jair Bolsonaro, o vídeo em questão era de 2015.

No entanto, o vídeo aborda assunto como o atentado sofrido por Bolsonaro em 2018 e a a posse dele como presidente em janeiro de 2019.

A indignação de Bolsonaro não parou por aí, afirmando que está constantemente “apanhando” de praticamente toda a mídia brasileira.

O governante disse que o intuito da jornalista Vera Magalhães era dar um furo jornalístico rapidamente, mas que, por conta de querer espalhar informações de maneira ágil, se esqueceu de ver a data do vídeo que convocava as pessoas para 15 de março, sendo ele de 2015. Bolsonaro afirmou que nas imagens é possível ver que ele estava um pouco mais jovem.

O político afirmou que o trabalho da repórter é algo “porco”, afirmando que a mídia repercutiu todo o caso após as informações passadas pela jornalista.

Vídeo em questão

A reportagem de Vera Magalhães havia apontado que Jair Bolsonaro enviou em vídeo no WhatsApp em tom emotivo, proferindo mensagens de que “o Brasil é nosso, não dos políticos de sempre”. No vídeo em questão, o nome do general Augusto Heleno, que atualmente atua no cargo de ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), é citado nas gravações.

Semana passada, o ministro manifestou sua indignação contra o Congresso que, segundo ele, está atuando em chantagem ao governo de Bolsonaro.

As frustrações do presidente continuaram, com o mesmo afirmando que Vera havia conseguido apenas um print do vídeo. No entanto, a jornalista publicou a referida gravação.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Fofocas
Seguir
Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!